Coronavírus pode barrar prova do PSS | Jornal Plural
2 dez 2020 - 10h49

Coronavírus pode barrar prova do PSS

Comissão de Direitos Humanos diz que cidades não têm condições de aplicar o teste presencial pelo risco de Covid-19

Pinhais, Londrina, Ponta Grossa, Maringá e Telemaco Borba são algumas das cidades que afirmaram não ter condições sanitárias para sediar a prova presencial do Processo Seletivo Simplificado (PSS). Com os casos de coronavírus em alta, não há como garantir a segurança dos professores. A confirmação foi feita à Comissão de Direitos Humanos e Cidadania, da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e deve dificultar a aplicação do teste, especialmente nas grandes cidades, como Curitiba

“O que falta para o governador Ratinho e para o secretário Feder formalmente anunciarem que esta prova não será realizada?”, questiona o deputado estadual Tadeu Veneri, presidente da Comissão. “O governador tem que vir publicamente dizer que não há condições.”

Criada neste ano pela Secretaria Estadual de Educação (Seed), a seleção pretende reunir presencialmente 47 mil inscritos em todo o Paraná, mas os altos índices de transmissão, casos e mortes por Covid-19 preocupam as prefeituras.

“Londrina, Ponta Grossa, Maringá, Telêmaco Borba, todas cidades de porte maior dificilmente farão a prova. Não sei por que razão o governo ainda está titubeando para anunciar que a prova não vai acontecer”, diz Veneri.

Em Curitiba

O deputado destaca que a Secretaria de Saúde de Curitiba informou que recebeu um requerimento do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) – responsável pela aplicação da prova – pedindo par cancelar a solicitação de autorização do PSS na Capital.

“Com base nisso, estamos pedindo judicialmente a reconsideração da suspensão da prova, pois se estão dizendo para a prefeitura que não há interesse de fazer a prova em Curitiba, não há sentido manter este debate”, avalia o deputado.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Um comentário sobre “Coronavírus pode barrar prova do PSS

  1. É indecente, a atitude do governo paranense em querer reunir pessoas para uma ação dessa envergadura. Primeiro onera os professores e futuros professores para algo que nem concurso
    público de fato é, afinal a CELEPAR contém um sistema pronto e eficiente para atender a demanda dos pss.
    Segundo, age de modo irresponsável ao reunir professores, pessoas, cidadãos em locais que criarão aglomerações, sem dúvida alguma, claro, se essa não seria a intenção real do governo, pois como já disse a inscrição dos pss feitas no sistema já implantado não há necessidade de aglomerações, aliás, nunca houve.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias