Volta do futebol no PR depende só da quarentena | Jornal Plural
Clube Kotter
11 jul 2020 - 16h51

Volta do futebol no PR depende só da quarentena

Federação quer retorno do Campeonato Paranaense para o dia 18 de julho

O Campeonato Paranaense de Futebol pode ter o seu retorno decretado nos próximos dias. Reunião realizada nesta sexta-feira (10) entre o presidente da Câmara Municipal de Curitiba, Sabino Picolo (DEM) e o secretário municipal de governo, Luiz Fernando Jamur, decidiu que a volta do futebol do PR depende exclusivamente da decisão do Governo do Estado de prorrogar ou não a quarentena mais rigorosa.

A informação foi confirmada por Sabino, que conversou com o Plural. O decreto do governador Ratinho Júnior (PSD), expedido no início do mês, estabelece novas restrições de mobilidade na tentativa de conter o contágio do coronavírus no Estado. Contudo, a validade do ato termina nesta terça-feira (14) e o governo está discutindo uma possível prorrogação da quarenta rigorosa.

A reunião entre Sabino e Jamur foi marcada em razão de um pedido de autorização feito pela Federação Paranaense de Futebol (FPF), que quer a retomada dos jogos a partir do dia 18 de julho. A ideia é que as partidas sejam sem público e imprensa, mas com transmissão oficial.

O documento foi entregue pessoalmente ao presidente do Legislativo, pelo assessor da presidência da FPF, Robson Seerig, na tarde de quinta-feira (9). O ofício já está nas mãos de Jamur e do prefeito Rafael Greca (DEM). A Prefeitura deve esperar a manifestação do Estado.

Sabino e Jamur durante a reunião. Foto: CMC

Restrições

O documento, assinado pelo presidente da FPF, Hélio Cury, afirma que os clubes estão realizando suas atividades com respeito ao Protocolo de Contingência da CBF/FPF, adotando rígidos cuidados para evitar a propagação do vírus. Para que a proposta funcione, várias restrições foram estabelecidas.

O texto informa que “apenas Londrina e Rio Branco postergaram o início dos trabalhos físicos em campo, mas mantém sistema de treinamento a distância, individualizado e monitorado”. Segundo a proposta da FPF, os vestiários estarão limitados aos funcionários essenciais, à administração do estádio, atletas das duas equipes, respectivas comissões técnicas, além da equipe de arbitragem e dos delegados e supervisores da partida.

A FPF estabelece na proposta que antes de entrar no estádio, todos os envolvidos na partida terão que passar por medição de temperatura e apresentar resultados negativos de testes contra a Covid-19. Esses cuidados devem ser tomados com no mínimo 12 horas de antes do jogo. Para a transmissão dos jogos, apenas os profissionais da empresa DAZN podem entrar, já que eles têm os direitos de transmissão do campeonato.

Calendário mata a mata

O calendário de jogos da FPF prevê as quartas de final nos dias 18 e 19 (jogos de ida) e 22 e 23 de julho (jogos de volta); as semifinais nos dias 26 e 29 de julho; e os jogos finais nos dias 2 e 5 de agosto. A tabela de jogos do Campeonato Paranaense, se assim aprovada e retomada, termina antes do início do Campeonato Brasileiro de Futebol, com início definido pela CBF nos dias 8 de agosto (Série B) e 9 de agosto (Série A).

Estados como Rio de Janeiro e São Paulo estão operando com propostas similares a da Federação Paranaense. O Campeonato Carioca já vêm acontecendo sem público e apenas com a presença de funcionários essenciais à realização da partida. O Paulista está programado para retornar em 22 de julho.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias