fbpx
Colunistas destaque

“Apanhador no campo de centeio” ganha nova tradução no Brasil

J.D. Salinger, autor de um dos grandes clássicos americanos.
Escrito por Daniel Dago
Compartilhe

A Todavia acaba de anunciar que lançará uma nova tradução deO apanhador no campo de centeio, de J.D. Salinger. O marco da literatura norte-americana do pós-guerra, durante décadas, contou apenas com uma única tradução, de Álvaro Alencar, Antônio Rocha, Jorio Dauster, e sustentava sozinho a Editora do Autor, fundada por Fernando Sabino e Rubem Braga.

O romance é cheio de brincadeiras linguísticas, e a tradução do trio era bastante datada. Agora, ganha nova roupagem nas mãos de Caetano Galindo, conhecido por suas traduções de Joyce e Foster Wallace. Sem dúvida, um dos grandes acontecimentos editorais do ano.

UNDER THE COMPANHIA

A Companhia das Letras comprou os direitos de Under the volcano, de Malcolm Lowry. O livro foi editado três vezes no Brasil, pela editora Artenova, em 1975, tradução de Angela Loureiro de Souza e Maurício Gomes Leite, pela Siciliano, em 1992, e L&PM, em 2007, ambas com tradução de Leonardo Fróes. Atualmente, estava fora de catálogo há alguns anos.

VIRADA À ESQUERDA

Os próximos títulos da coleção Aut-aut, da Âyiné, dedicada a autores de esquerda, são A cidade dos ricos e a cidade dos pobres, de Bernardo Secchi, e Mídia e revolução, de Peter Trawny.

Sobre o autor

Daniel Dago

Daniel Dago é tradutor de holandês.

Deixe seu comentário