Sistema de saúde francês não recomenda azitromicina para tratar covid-19

É enganosa a publicação que, usando um vídeo do youtuber Felipe Neto, afirma que o sistema de saúde da França adota o antibiótico Azitromicina no tratamento de covid-19. O comunicador critica a venda feita em uma farmácia no país europeu, mas o governo francês não recomenda o remédio para tratar coronavírus. Mesma situação do Brasil, onde a indicação é para doenças causadas por agentes bacterianos, e não virais, como a covid-19

Projeto Comprova

É falso que o Brasil tenha sido escolhido pela OMS como um dos três países que melhor atuaram no combate à pandemia

Vídeo mente ao afirmar que o Brasil foi escolhido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um dos três países que mais se destacaram no combate à pandemia do coronavírus. A matéria citada para embasar a afirmação trata, na verdade, da participação do país em um grupo para o planejamento de ações em futuras pandemias. A seleção não teve como critério a ação dos países em relação à covid, mas sim questões diplomáticas e de representatividade regional

Projeto Comprova

Texto no Telegram espalha teoria conspiratória sobre tratado internacional da OMS

É falso que um tratado proposto pela Organização Mundial da Saúde (OMS) vise “substituir leis nacionais e estaduais”, dando à entidade o poder de exigir vacinações obrigatórias e acabando com a democracia no mundo, conforme afirma um post no Telegram. O texto é baseado em teorias conspiratórias sem fundamento. A OMS deu início a um processo para firmar um tratado internacional de prevenção e resposta a pandemias, mas o conteúdo e formato do acordo ainda estão sendo negociados. A primeira versão do documento deve ficar pronta apenas em agosto de 2022

Projeto Comprova

Ilustres desconhecidos

Os personagens do fim da tarde e comecinho da noite são outros. A uma das janelas térreas do prédio da esquina, a mulher de cabelos esbranquiçados dá de cumprimentar os transeuntes, mas se alguém para entabular conversa, ela vira as costas e sai de cena

Felippe Anibal

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds