Estigma

Talvez muitos sobreviventes de um AVE não saibam definir o significado da palavra “estigma”, mas todos eles temem ser estigmatizados

Camila Fabro

O segundo corpo

Meu processo de aceitação começou nos grupos de apoio de AVC. Conversar com pessoas que estavam passando pelo mesmo que eu, me tirou aquela percepção de que havia alguma coisa errada comigo

Camila Fabro

Água e sal

Conviver com um sobrevivente de AVC não é fácil, mas não precisa ser penoso. Aliás, se estiver sendo desagradável, é péssimo para os dois: paciente e cuidador

Camila Fabro

Quebrando o gelo

Frio! Eu sei que você é bem mais velho do que eu. Pelo que sei, você se faz presente desde os primórdios do nosso planeta, então não vou pedir para você “pegar leve” neste ano

Camila Fabro

Sem palavras

É muito comum afásicos serem hostilizados quando tentam se comunicar com alguém, pois ao demonstrar que possuem dificuldade em falar, eles são automaticamente ignorados até no contato visual

Camila Fabro

O cérebro emocional

Com a minha experiência em sofrer dois acidentes vasculares cerebrais, eu aprendi que o cérebro não é tão logicamente estruturado como diziam os meus básicos livros de biologia

Camila Fabro

Serviços essenciais

A maioria de nós não sai andando porque ainda não reaprendemos a andar – quem nos “ensina” isso é a fisioterapeuta; também saímos usando fraldas porque é muito difícil segurar o xixi – e quem nos “ensina” isso também é a fisioterapeuta

Camila Fabro