Só 14 prefeituras no PR não têm fraude no auxílio-emergencial entre servidores | Jornal Plural
7 jun 2020 - 20h04

Só 14 prefeituras no PR não têm fraude no auxílio-emergencial entre servidores

Valor desviado do subsídio federal pode chegar a R$ 7,3 milhões somente no Paraná. Benefício é para pessoas de baixa renda

Dos 399 municípios do Paraná, apenas 14 não realizaram pagamentos irregulares de auxílio-emergencial, do governo federal, a agentes e servidores públicos. O levantamento foi realizado pelo Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) e pela Controladoria-Geral da União (CGU). A informação anterior era de 11 municípios, dado corrigido pelo próprio TCE.

As cidades com nenhum indício de irregularidades nos pagamentos entre os servidores são: Centenário do Sul, Entre Rios do Oeste, Iguaraçu, Itaguajé, Juranda, Miraselva, Pinhalão, Ribeirão Claro, São Manoel do Paraná, Saudade do Iguaçu, Sertanópolis, Tomazina, Verê e Vitorino.

A investigação apontou que 10.648 servidores, de 385 prefeituras do Paraná, podem ter recebido indevidamente o auxílio-emergencial, concedido em razão da pandemia. num montante de R$ 7.319.400,00.

“Isso não significa que todas essas pessoas solicitaram e receberam o benefício de má-fé, já que pode ter ocorrido o depósito automático em contas de beneficiários de outros programas do governo federal ou o uso indevido de seus documentos pessoais por criminosos”, diz o TCE.

O órgão reafirma que não divulgou a lista com nomes dos supostos beneficiários do auxílio-emergencial e nem atesta a veracidade de eventuais relações desses nomes que circulam na internet.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias