Seis maiores cidades do PR devem informar sobre leitos de UTI para Covid-19 | Jornal Plural
Clube Kotter
23 jun 2020 - 15h37

Seis maiores cidades do PR devem informar sobre leitos de UTI para Covid-19

Tribunal de Contas quer explicações em cinco dias, além do número de equipes médicas, triagem, protocolos e demonstrativos de licitações da Saúde

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) está notificando as prefeituras de Curitiba, Maringá, Cascavel, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu e Londrina para que informem o números e a localização dos leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), destinadas ao coronavírus. Além disso, os Municípios devem reportar o número de equipes médicas disponíveis para atender os pacientes com a doença.

O pedido do TCE foi motivado pelo aumento de casos de Covid-19 no Estado. A solicitação precisa ser cumprida em cinco dias. O Tribunal acredita que as Cidades vêm divulgando dados conflitantes sobre a capacidade de atendimento da rede hospitalar.

O TCE recebeu denúncias sobre falta de leitos e filas de pacientes nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), sempre à espera de vagas em UTIs. A notificação do Tribunal está sendo feita pela Coordenadoria de Acompanhamento de Atos de Gestão (CAGE). Caso não respondam, os Municípios podem ser multados em R$ 1.066.40.

Entre as informações solicitadas estão: qual a equipe ou setor designado, dentro da Secretaria Municipal de Saúde, que organiza os pacientes encaminhados aos hospitais com leitos disponíveis, e como são realizados os procedimentos de encaminhamento, porta de entrada dos casos suspeitos, triagem e protocolos para Covid-19.

Também será preciso apresentar a quantidade de leitos disponibilizados, ocupados e a localização do leito (por hospital). No caso da aquisição de leitos para atendimento à Covid-19, o Tribunal quer a apresentação de quadro demonstrativo com a descrição do processo de licitação de contrato e com a quantidade de leitos disponibilizados. Essas informações devem estar acompanhadas do valor por leito e total do contrato. Os leitos devem ser discriminados por enfermaria e UTI e, ainda, para uso adulto e pediátrico.

Procura pelo Plural, a Prefeitura de Curitiba afirmou que já recebeu o pedido de informações do TCE-PR. O Executivo garante que todos os esclarecimentos serão prestados dentro do novo prazo estabelecido, que é 29 de junho.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias