19 jan 2022 - 11h17

Sanepar suspende racionamento de água na Grande Curitiba

Nível médios dos reservatórios da RMC atingiram 80%, meta necessária para encerrar racionamento. Suspensão já está em vigor

A Sanepar decidiu suspender o rodízio de água em Curitiba e região metropolitana após o Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba (SAIC), que registra a média das quatro barragens que abastecem a Grande Curitiba, ter atingido nível médio de 80,34% nesta quarta-feira (19). A suspensão é válida já a partir de hoje, mas o reabastecimento de água ocorrerá gradativamente. Por isso, a data limite imposta pela Sanepar é que o abastecimento esteja normal em toda a RMC até o dia 21, às 16h.

O estado do Paraná vive crise hídrica desde maio de 2020. O rodízio foi uma medida adotada para tentar administrar melhor o uso da água, e ao longo de quase dois anos, teve várias fases. O primeiro regime foi brando, quatro dias com abastecimento e um sem água. Mas a crise hídrica foi se agravando, fazendo com que o rodízio fosse modificado para 36 horas com água e 36 sem. 

Houve um período de alívio, com 60 horas de abastecimento e 36 sem, mas que logo voltaria ao modelo anterior, de 36 por 36. Até janeiro deste ano, a RMC vivia um abastecimento de 60 horas e ficava sem água durante 36. Mas desde a última segunda-feira (17), a Sanepar aliviou o rodízio para 84 horas com água e 36 sem. 

As chuvas foram o principal fator que contribuiu para encher os reservatórios. Na última sexta-feira (14), o nível médio dos reservatórios era de 73,81%. Houve um acréscimo de 6,53% desde então, em cinco dias. 

Sanepar

A Sanepar realizou entrevista coletiva sobre o assunto na manhã de hoje (19), com a presença do diretor da Sanepar, Claudio Stabile e o Governador Ratinho Jr. (PSD). “Este problema está resolvido. Precisamos que a população continue agindo dessa forma, de forma consciente e com o uso racional da água. Tamanha foi a mudança de hábito e rotina, que muitas pessoas se adaptaram. Mas é claro, se nós temos água, não tem sentido continuar com o rodízio”, explicou o diretor. Ainda segundo Claudio Stabile, não teremos a volta do rodízio neste ano.

Problema na estação causa falta de água

Segundo a Sanepar, os problemas na ETA (Estação de Tratamento de Água) Iraí, registrados na última terça-feira (18), podem afetar o abastecimento de bairros em Piraquara e Pinhais no dia de hoje (19) e amanhã (20).

Pode haver baixa pressão ou falta de abastecimento em Pinhais nos seguintes bairros: Rural, Vila Amélia 1 e 2, Maria Antonieta, Jardim Tropical, Planta Santa Catarina, Vila Nova, Bairro Holandês, Alves Corrêa, Jardim Havaí; Alphaville Graciosa, Esperança, Rural, Alto Atuba 1 e 2, Emiliano Perneta 1, Centro 1 e 2, Palmital 1 e 2, Estância Pinhais 1 e 2, Weissópolis 1.

Já em Piraquara, os problemas afetam os bairros: Jardim Veneza, Vila Osternak, Jardim Mirte, Jardim das Laranjeiras, Vila Remo, Jardim Olinda, Jardim Santa Maria, Planta Rita de Cássia e Jardim Dos Estados, Jardim Santa Mônica, Vila Dalila, Jardim Esmeralda, Jardim Primavera, Ipanema, Vila Santa Helena, Jardim Águas Claras, Jardim Bom Jesus, Vila Izabel, São Cristóvão, Vila Marumby, Vila Juliana, Planta Pontoni, Planta Ricardo Vagner, Jardim Alterosa, Jardim Itiberê, Jardim dos Eucaliptos, Bosque Centenário, Planta Guarituba, Bosque Tarumã, Vila Izabel, Vila Palmas, Vila Dirce, Vila Pedro Alcântara, Jardim Florença e Planta São Mateus.

A previsão da Sanepar é que tudo volte ao normal a partir das 15h de quinta-feira (20), de forma gradativa.

Previsão do tempo para o resto da semana

Segundo o Simepar, o tempo vai continuar abafado, com chuvas na RMC e litoral ocorrendo a partir do período da tarde, e de forma bem localizada. O resto da semana vai ser quente, não registrando máximas abaixo de 30°. Curitiba deve registrar máxima de 32° no domingo (23), enquanto o litoral pode alcançar 30°.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

4 comentários sobre “Sanepar suspende racionamento de água na Grande Curitiba

  1. A Sanepar decidiu suspender o rodízio de água em Curitiba e região metropolitana após o Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba (SAIC)
    Se suspendeu o rodízio, por que estou sem água hoje 19/01 ??
    Bairro Guaíra/Parolin

  2. Pagamos ar no retorno do rodízio a Sanepar ganhou muito com isso e com o rodízio, perguntem a quanto tempo deveria estar pronto a barragem do Miringuava.
    Preciso de captação de agua e isso a Sanepar pouco fez, foi mais fácil o rodízio

  3. O que o Walter falou é verdade. Minha vizinha viu sua fatura dobrar de valor quando o rodízio começou e percebeu que o ar que vinha antes da água também estava contabilizando. Abriu diversos protocolos na Sanepar e o que eles sempre disseram para ela foi que é impossível o ar ser contabilizado e cobrado. Mentira! Ela tem vídeos provando que o ar que estava passando pelo cano estava acionando o medidor. Qual foi a outra resposta da Sanepar? “Podemos trocar o seu medidor ao custo de 150,00”. Ou seja, o problema é da Sanepar, mas é a minha vizinha quem paga! Qual foi a solução que a minha vizinha encontrou? Desligar o registro toda vez que acabava a água e religar um dia depois de a água ter normalizado. Resultado: a cobrança voltou ao valor normal, mas ela ainda tinha esse sentimento de humilhação por ter que continuar a fazer isso e tentar resolver um problema que não era culpa dela.

Deixe um comentário

Últimas Notícias

Bolsonaro não concluiu 84% das obras da transposição do Rio São Francisco, como alega vídeo

É enganosa a afirmação de que Jair Bolsonaro (PL) entregou 84% das obras da Transposição do rio São Francisco. Apesar do presidente ter retomado 222 km que haviam sido retirados do projeto original por administração anterior, a execução da obra atravessou outras três gestões federais que, juntas, entregaram mais de 90% da infraestrutura do empreendimento, considerando a extensão inicial – de 477 km

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds