Queda brusca na qualidade da água faz Sanepar suspender abastecimento | Jornal Plural
15 dez 2020 - 15h22

Queda brusca na qualidade da água faz Sanepar suspender abastecimento

Cerca de 900 mil pessoas são afetadas pelo corte; empresa ainda não sabe o que contaminou a água

Uma queda brusca na qualidade da água, que pode ter sido causada por uma contaminação, levou a Sanepar a suspender o abastecimento para 900 mil pessoas na noite testa segunda (14). A empresa diz que trabalha para restabelecer o fornecimento ainda nesta terça (15), mas não há garantias.

Ninguém sabe ainda o que aconteceu: a suspeita é que alguém tenha derramado algum produto na água do rio. “Percebemos uma redução da qualidade da água, e para evitar que as pessoas recebessem água de má qualidade tivemos que fazer a suspensão”, afirma o diretor de Comunicação da Sanepar, Hudson José.

A companhia diz que ninguém foi contaminado pela água fornecida, uma vez que os exames são feitos regularmente e o problema foi identificado com rapidez. Além disso, não se trata, segundo a Sanepar, de nenhum produto derivado de petróleo ou ferroso, por exemplo, que causariam mais problemas.

Agora a Sanepar está à procura da fonte do problema, fazendo um rastreamento na bacia do Iguaçu, e ao mesmo tempo trabalhando para esvaziar o reservatório onde está a água possivelmente contaminada. A água será lev ada de novo ao trecho anterior do rio, para que passe mais uma vez por tratamento e, só depois, volte a ser distribuída.

Um dos problemas é que o novo corte afetou regiões que deveriam estar saindo do rodízio de abastecimento provocado pela seca justamente nesta terça. Como um corte praticamente se sobrepôs ao outro, essas regiões estão há quase 48 horas sem água.

Os bairros afetados em Curitiba são: Água Verde, Guaíra, Parolin, Prado Velho, Rebouças, Fanny, Boqueirão, Capão Raso, CIC, Fanny, Fazendinha, Hauer, Lindoia, Novo Mundo, Pinheirinho, Portão, Santa Quitéria, Seminário, Vila Izabel, Xaxim, Fazendinha, Cabral, Juvevê, Hugo Lange, Alto da Glória, Centro, Jardim Social, Bacacheri, Alto da XV, Batel, Cajuru, Uberaba, Bigorrilho, Campo Siqueira, Vila Izabel, Barrerinha, Ahú, Boa Vista, São Lourenço, Abranches, Bom Retiro, Mercês, Pilarzinho, São Francisco, São Lourenço, Vista Alegre, Cascatinha, São João e Centro Cívico.

Em São José dos Pinhais: Guatupê, Jardim Ipê, Cidade Jardim, Jardim Cristal, Ipê e Academia.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias