13 abr 2022 - 10h29

Projeto Charão monitora migração da espécie em busca de pinhão

Os pesquisadores Nêmora Pauletti Prestes e Jaime Martinez começaram o projeto há 30 anos

Por conta da Semana dos Psitacídeos que ocorre sempre na terceira semana de abril, o Plural publica uma série de vídeos produzidos pela iniciativa “Papagaios do Brasil”, que atua na conservação das espécies.

O primeiro vídeo fala sobre a migração do papagaio Charão.

Nêmora Paulltti Prestes e Jaime Martinez são biólogos e idealizadores do Projeto Charão. O casal se conheceu ainda na faculdade e a iniciaram o projeto para investigar um “mistério”: onde estavam os papagaios-charão do Rio Grande do Sul?

O projeto existe há 30 anos e está ligado à Associação Amigo do Meio Ambiente (AMA) e à Universidade de Passo Fundo (UPF). A iniciativa também protege o papagaio-de-peito-roxo.

Entre março e julho a população de papagaios-charão “desaparecida” do Rio Grande do Sul e para descobrir o que acontecia, Nêmora e Jaime passaram a monitorar as aves.

Depois de percorrer o Rio Grande do Sul, os pesquisadores chegaram até Santa Catarina, em regiões em que há presença do pinheiro-brasileiro, a araucária. Este era o motivo da migração dos papagaios: a busca pelo pinhão.

Só no Brasil é possível ser encontrados papagaios desta espécie, que é a única migratória. Depois da busca pelo pinhão, as aves deixam Santa Catarina e retornam para o Rio Grande do Sul. Isso ocorre entre agosto e setembro, quando acontece o processo de reprodução.

Para ajudar nisso, os pesquisadores estudaram também como eram os ninhos destas aves. “A fragmentação do ambiente é uma das grandes ameaças para o Charão. A falta de oferta de cavidades naturais nas árvores para os ninhos. E uma das alternativas são as caixas-ninho”, diz Nêmora.

As primeiras caixas foram feitas de madeira, porém a deterioração fazia com que elas durassem apenas cinco anos. Depois disso, o projeto desenvolveu um protótipo, que serve de molde para confecção dos ninhos em polietileno, cuja duração pode chegar a 25 anos.

Neste sentido, até a Páscoa, o projeto Papagaios do Brasil arrecada donativos para confecção de ninhos, que custam, em média R$ 400 cada. Para ajudar basta clicar aqui.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

Comparação entre aumento da gasolina e patrimônio da família Bolsonaro usa dados imprecisos

É enganosa a comparação feita em uma postagem com percentuais sobre reajuste da gasolina no Brasil e crescimento patrimonial da família Bolsonaro. O índice do aumento do combustível não se refere a um ano, como indicado. O valor de aumento de gasolina se refere a um período de três anos, enquanto a evolução de patrimônio ocorreu em período de 12 anos para Jair e Flávio e quatro anos para Eduardo

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds