Profissionais de Educação Física pedem reabertura de academias em Curitiba | Jornal Plural
Clube Kotter
19 maio 2020 - 21h07

Profissionais de Educação Física pedem reabertura de academias em Curitiba

Documento enviado ao prefeito sugere volta às atividades em 20 de maio, com adoção de procedimentos para evitar contágio por coronavírus

A exemplo de cidades da Região Metropolitana, Curitiba pode reabrir suas academias de musculação a partir de 20 de maio. É o que desejam o Sindicato dos Profissionais de Educação Física do Paraná (Sinpefepar) e a Associação Paranaense de Personal Trainers (APPT).

As entidades enviaram ao prefeito Rafael Greca (DEM), nesta segunda-feira (18), uma sugestão de reabertura das academias da Capital. No documento, os profissionais de Educação Física propõem 22 medidas para reduzir as chances de contágio pelo coronavírus durante as atividades em recinto fechado.

Além do uso de máscara, disponibilização de álcool em gel e do distanciamento de 1,5 metro entre as pessoas, fariam parte das medidas de proteção o uso de termômetro infravermelho na entrada e a desinfecção de todos os ambientes e aparelhos pelo menos uma vez por período (manhã, tarde e noite). O agendamento prévio pelos usuários e o tempo máximo de permanência de uma hora garantiriam o controle de acesso dos clientes e o respeito ao limite de 30% da lotação por horário.

Segundo as entidades, se observados os procedimentos de higiene e prevenção, as academias são espaços seguros e “contribuem para a sociedade em geral no combate e prevenção à covid-19, pelo que requer que seja determinada a reabertura das academias.”

Para os representantes, a moção se justifica, ainda, pela “necessidade de trabalho de cerca de 6 a 7 mil profissionais de Educação Física e de aproximadamente 700 academias e clubes esportivos onde suas atividades estão suspensas”.

As academias de musculação e centros de ginástica de Curitiba estão fechados desde o dia 20 de março, por decreto estadual, devido à pandemia do coronavírus.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias