Professores relatam irregularidades na prova do PSS | Jornal Plural
13 jan 2021 - 16h12

Professores relatam irregularidades na prova do PSS

Teste de seleção, contestado na Justiça, reuniu 34 mil candidatos em 198 escolas

Após a Justiça autorizar, em meio à pandemia, a realização das provas para o Processo Seletivo Simplificado (PSS) no Paraná, candidatos reclamam de irregularidades na aplicação do teste, que reuniu, no último domingo (10), 34,3 mil pessoas em 198 locais de provas por todo o Estado. Em muitos, há relatos de aglomeração de pessoas e pouca circulação de ar nas salas, além de problemas com o material impresso. O prazo para recursos se encerra nesta quarta-feira (13), às 18h.

“Muitos candidatos se inscreveram para duas disciplinas, mas receberam apenas o caderno de uma prova, e os fiscais não souberam responder por que não havia a segunda prova. Com isso, vários ficaram sem fazer o teste”, conta Hermes Leão, presidente da APP-Sindicato, que representa os trabalhadores em Educação no Paraná.

“Estamos reivindicando, junto à Seed, para que elas possam fazer a prova, até porque muitas já estão trabalhando nestas disciplinas. Também cobramos a imediata divulgação dos gabaritos pois não foi liberado cópia do cartão-resposta para os candidatos e informaram que seria colocado retoricamente os resultados e não colocaram. Mesmo assim, abriram prazo de recurso para as provas. Iremos pedir para que se estenda esse prazo”, reforça o professor.

Ele diz que também é necessário um debate sobre os candidatos com Covid no dia da prova e do grupo de risco, como gestantes, que não participaram por medo, “para que seja pensado o futuro destas pessoas, já que estão desempregadas”.

Entre as denúncias de candidatos que chegaram ao sindicato estão as de aglomerações nos locais de prova, salas pouco ventiladas e muito quentes, especialmente nas regiões Norte, Noroeste e Oeste, onde o calor foi maior. “As pessoas sofreram muito. Já não bastasse o medo da pandemia, e não tiveram o mínimo de conforto”, avalia o presidente da APP-Sindicato.

 Seed responde

A Secretaria Estadual de Educação (Seed) informou ao Plural que houve 12,7% de abstenções na prova e aqueles que não compareceram, mesmo por Covid-19, não terão nova chance.

“Casos pontuais de filas foram relatados e rapidamente resolvidos pela organização da prova. Isso ocorreu, em parte, pelo fato de alguns candidatos chegarem fora do seu horário previsto, mas a maioria cumpriu essa questão. O Cebraspe, responsável pela aplicação (do teste), escalonou a chegada dos candidatos em quatro horários diferentes para diminuir a circulação de pessoas nos locais de aplicação”, diz a Seed, em nota.

“Sobre a ventilação, foram selecionados locais com amplas janelas para favorecer a circulação de ar. As janelas permaneceram abertas durante todo o período de aplicação de provas, condicionada aos fatores climáticos. O uso de aparelhos de ar condicionado foi proibido.”

A pasta informou ainda que o gabarito da prova foi disponibilizado no dia 11 de janeiro, às 21h, e que o prazo para recursos teve início ontem (12) e acaba às 18h de hoje (13). Ele pode ser feito na página do PSS.

A respeito das provas não impressas, para a segunda disciplina, é preciso que o candidato entre em contato direto com o Cebraspe. “Se o candidato tiver observado alguma divergência entre a opção feita e a prova realizada, ele deve entrar em contato com a central de atendimento do Cebraspe para que a situação seja verificada e esclarecida.”

Os contatos são pelo email [email protected] ou pelo telefone (61) 3448-0100.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Um comentário sobre “Professores relatam irregularidades na prova do PSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias