Primeira brasileira chega ao topo do K2 | Plural
25 jul 2019 - 21h42

Primeira brasileira chega ao topo do K2

Médica de São Paulo é primeira sul-americana a subir montanha mais difícil do mundo

Colaborou Rafaela Moura

Na madrugada desta quinta-feira (25), a médica, apresentadora e escaladora Karina Oliani atingiu o cume do K2, tornando-se a primeira mulher sul-americana conquistar a segunda maior montanha do mundo.

Localizada entre a China e o Paquistão, a “montanha da morte” é considerada a mais difícil do planeta. Um em cada quatro alpinistas morre na tentativa de chegar ao topo, que fica a 8.611 metros acima do nível do mar.

Essa não foi a primeira grande conquista de Oliani na escalada. A paulista de 37 anos também foi a primeira mulher sul-americana a chegar ao cume do Everest, a montanha mais alta do mundo, pelas faces norte e sul. Embora tenha maior altitude, o Everest oferece menor dificuldade que o K2, que exige muita técnica, preparo físico e mental, conhecimento e sorte com as condições climáticas.

Acompanhada dos alpinistas Maximo Kaush e Moeses Fiamoncini, a brasileira iniciou a empreitada no dia 11 de julho, no acampamento de aclimatação da base da montanha, totalizando 14 dias de expedição até o cume. Nesse momento, a equipe faz a caminhada de retorno à base.

Últimas Notícias