18 jan 2022 - 18h09

Plural participa de projeto de checagem contra desinformação

Plural, O Dia (RJ), Metrópoles (DF), Rádio CBN Cuiabá (MT), Portal Imirante (MA) e Portal Norte de Notícias (AM) vão integrar o +Redações. Veículos irão ajudar na avaliação e publicação de informações verificadas

O Projeto Comprova, uma coalizão de veículos brasileiros liderada pela Abraji – Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo e que trabalha colaborativamente para investigar desinformação compartilhada nas redes sociais, está lançando o projeto + Redações. A iniciativa, apoiada pela embaixada e consulados dos Estados Unidos, vai viabilizar a participação de jornalistas de seis veículos de comunicação por 11 meses no Comprova. O projeto busca, de uma forma objetiva e apartidária, aumentar a capacidade das organizações participantes de avaliar e publicar informação verificada, além de expandir o alcance do projeto a diferentes partes do país. Os temas do projeto podem incluir assuntos como a pandemia, políticas públicas e informações relacionadas às eleições presidenciais de 2022.

As seis organizações foram selecionadas a partir de indicações das principais associações de empresas jornalísticas e validadas pelos atuais 33 membros do Comprova. Foram considerados nessa avaliação itens como alcance, qualidade da produção de conteúdo, capacidade de produção multiplataforma e influência regional em estados em que o Comprova não tinha ainda representantes.

Os seis veículos que participarão do + Redações representam cada uma das cinco regiões brasileiras e o Distrito Federal. Estão no projeto os seguintes veículos: Plural (PR), O Dia (RJ), Metrópoles (DF), Rádio CBN Cuiabá (MT), Portal Imirante (MA) e Portal Norte de Notícias (AM).

Os jornalistas dessas organizações receberão mais de 30 horas de treinamento e uma bolsa que possibilitará a sua dedicação ao projeto até o início de dezembro de 2022.

30 horas de treinamento.

Esta não é a primeira iniciativa do Comprova apoiada pela embaixada e consulados dos Estados Unidos. Em 2020, um convênio semelhante permitiu que oito organizações jornalísticas que produzem conteúdos para comunidades específicas, com foco em raça, religião e territórios, pudessem receber apoio para participar do Comprova ajudando a debelar a desinformação sobre a pandemia. O projeto + Comunidades foi realizado de setembro de 2020 a fevereiro de 2021.

Para a presidente da Abraji, Natalia Mazotte, “o trabalho colaborativo de checagem que o Comprova realiza tem se mostrado fundamental pra reduzir o potencial de dano de conteúdos virais falsos, enganosos ou descontextualizados, e isso em ano eleitoral é ainda mais fundamental. O reforço dessas novas redações vai ampliar a capacidade dessa rede de produzir conteúdo de qualidade e contribuir para um ecossistema informacional mais saudável”.

“O atual ambiente de informação molda importantes decisões diárias sobre uma ampla gama de temas. Com a proliferação de fontes de informação, os meios de comunicação podem se destacar por um compromisso transparente e compartilhado de publicar e promover reportagens precisas e baseadas em evidências. Estamos contentes pela oportunidade de trabalhar com o Comprova e possibilitar que mais leitores tenham acesso a informações verificadas e confiáveis”, expressou o porta-voz da embaixada dos EUA, Tobias Bradford.

“O trabalho colaborativo de checagem que o Comprova realiza tem se mostrado fundamental pra reduzir o potencial de dano de conteúdos virais falsos, enganosos ou descontextualizados, e isso em ano eleitoral é ainda mais fundamental. O reforço dessas novas redações vai ampliar a capacidade dessa rede de produzir conteúdo de qualidade e contribuir para um ecossistema informacional mais saudável.”

Natalia Mazotte, presidente da Abraji.

Os veículos participantes

Plural – veículo jornalístico independente e online que faz um jornalismo direcionado ao povo curitibano.

O Dia – jornal fundado em 1951 no Rio de Janeiro, que produz conteúdo multiplataforma com noticiário sobre o estado do Rio, esportes, economia, entretenimento, celebridades, Brasil e mundo.

Metrópoles – veículo de comunicação ágil, com linguagem acessível e totalmente focado no digital. Sediado em Brasília, tem sucursais em SP, RJ e GO. O portal entrou no ar em setembro de 2015 e foi o veículo de comunicação brasileiro mais premiado em 2020.

CBN Cuiabá – emissora de jornalismo ligada à Central Brasileira de Notícias – rede de rádio brasileira pertencente ao Sistema Globo de Rádio.

Portal Norte de Notícias – portal amazonense que faz parte do Grupo Norte, que tem operações em TV, rádio, portal e em redes sociais com o objetivo de levar serviços jornalísticos sobre tudo o que é notícia na Região Norte do Brasil para o país e para o mundo.

Imirante.com – principal portal de notícias do Maranhão e integra o Grupo Mirante. Sediado em São Luís, há 22 anos tem por objetivo levar informação com credibilidade e rapidez aos internautas maranhenses.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

2 comentários sobre “Plural participa de projeto de checagem contra desinformação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

Comparação entre aumento da gasolina e patrimônio da família Bolsonaro usa dados imprecisos

É enganosa a comparação feita em uma postagem com percentuais sobre reajuste da gasolina no Brasil e crescimento patrimonial da família Bolsonaro. O índice do aumento do combustível não se refere a um ano, como indicado. O valor de aumento de gasolina se refere a um período de três anos, enquanto a evolução de patrimônio ocorreu em período de 12 anos para Jair e Flávio e quatro anos para Eduardo

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds