Plural é selecionado na Google News Initiative Emergency Fund | Jornal Plural
16 jul 2020 - 13h44

Plural é selecionado na Google News Initiative Emergency Fund

Jornal foi escolhido em programa que recebeu mais de 12 mil inscrições

O jornal Plural é um dos veículos escolhidos para receber recursos do Journalism Emergency Fund do Google News Initiative. O objetivo do fundo é apoiar a produção de jornalismo original durante a pandemia de Covid-19. O valor irá financiar a remuneração de jornalistas e investimento em estrutura nos próximos seis meses. O programa do Google recebeu mais de 12.000 inscrições de mais de 100 países.

“A pandemia reforça ainda mais a importância do acesso à informação de qualidade. No Plural, o fundo ajudará a aumentar nossa produção, tanto em reportagens sobre a Covid-19 quanto em outras áreas, como transporte coletivo e a própria eleição municipal”, afirma Rogerio Galindo, um dos fundadores e coordenador de Conteúdo do jornal.

A notícia foi comemorada por toda a equipe, que hoje é composta de onze profissionais.

“Ser selecionado para a Google News Initiative também é uma validação importante de nosso projeto em um momento de esforço para crescer”, diz Galindo. O Plural acabou de lançar uma campanha para chegar a mil assinantes, um número importante de apoiadores para garantir a sustentabilidade do projeto.

As assinaturas de leitores são a principal receita do veículo, que também vende produtos da marca e veicula publicidade. “O Fundo do Google reforça o caixa, mas a viabilidade do jornal está na sua base de assinantes”, afirma o coordenador de Imagem e gestor financeiro, Alberto Benett.

“Somos ainda pequenos, mas estamos garantindo renda para dez famílias de jornalistas em plena pandemia”, diz.

Além de uma forte produção de jornalismo original, o Plural também tem um time de colunistas que inclui nomes importantes da academia e da arena pública da cidade, profissionais de prestígio, cronistas e profissionais multimídia.

Há também conteúdo visual, com as charges de Francisco Camargo, Alexandre Beck e Tiago Recchia, e fotos do Guilherme Pupo, sob a coordenação de Benett.

Jornalismo independente

Criado em dezembro de 2018, o Plural é um jornal totalmente digital voltado à cobertura de política, cultura e comunidade em Curitiba. O projeto recebeu um primeiro aporte de recursos na sua criação através de uma bem-sucedida campanha de financiamento coletivo no site Catarse.

É parte da estratégia do veículo ter como principal receita as assinaturas. “Nossa visão é de que a publicidade programática, que é fonte de recurso para muitos sites, incentiva demais a produção de conteúdo ‘viral’ e de longo alcance em detrimento ao que é, de fato, de interesse público e local”, afirma Rosiane Correia de Freitas, fundadora e coordenadora de Tecnologia.

O jornal também tem a política de não pleitear recursos de publicidade governamental. “Como nossa receita é essencialmente dos assinantes, é para eles que trabalhamos”, diz Freitas. “Aquela tradicional pressão, de ameaça de cortes de verbas publicitárias que outros veículos sofrem não tem força nenhuma aqui.”

Como resultado, o Plural tem se destacado na produção de reportagens que detalham e questionam a política local, com uso de dados e apuração criteriosa conduzida por uma equipe que mescla jovens talentosos e repórteres veteranos.

“O governo, não importa sob a responsabilidade de quem esteja, precisa ser fiscalizado. Nenhum prefeito ou governador se submete a escrutínio de livre e espontânea vontade. E sem esse escrutínio, não há democracia”, diz Freitas.

Comunidade

Um dos principais objetivos do Plural é ser a voz de uma comunidade local. Enquanto outros jornais fazem o caminho de se nacionalizar, os fundadores do Plural acreditam que é necessário haver jornalismo local de qualidade, para que as pessoas se informem sobre as ações que mais afetam seu dia a dia.

Além de reportagens, o Plural também se esforça cada vez mais para prestar serviços para a comunidade, criando um serviço de classificados gratuito, por exemplo, ou fazendo anúncios mais baratos para que negócios locais possam se recuperar mais facilmente em tempos de pandemia.

O portal também abriga iniciativas que já existiam e mereciam mais visibilidade, como é o caso do site Documentos Revelados, uma biblioteca permanente de informações sobre a ditadura militar, o Muralzinho de Ideias e os vídeos da booktuber Gisele Eberspacher.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias