Paciente com suspeita de Covid-19 que agrediu médico é autuado pela polícia | Jornal Plural
Clube Kotter
9 abr 2020 - 20h33

Paciente com suspeita de Covid-19 que agrediu médico é autuado pela polícia

Homem prestou depoimento no Hospital Evangélico, para onde foi transferido

O médico Igor Kazuo foi agredido por um paciente contaminado.

Na quarta-feira (8) à noite, a Polícia Civil do Paraná (PCPR) autuou o paciente com suspeita de coronavírus que agrediu um médico na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Sítio Cercado, em Curitiba.

De acordo com o órgão, o homem “irá responder por lesão corporal dolosa e por ter infringido determinação do Poder Público, destinada a impedir a propagação de doença contagiosa”.

O depoimento foi tomado no Hospital Evangélico, para onde o paciente foi transferido. Na ocasião, ele justificou as agressões à equipe de saúde dizendo que precisou resistir à internação porque realizaria uma mudança no próximo sábado.

Após assinar um Termo Circunstanciado, ele responderá pelos crimes em liberdade. “Se condenado, a pena por ter infringido determinação do Poder Público é de um mês a um ano, além de multa. Já a de lesão corporal é de dois meses a um ano”, esclarece a PCPR.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias