ONG distribui 300 refeições por dia no centro de Curitiba | Jornal Plural
4 abr 2020 - 15h20

ONG distribui 300 refeições por dia no centro de Curitiba

Iniciativa busca amparar pessoas em situação de rua, que vêm sofrendo com os efeitos do coronavírus

Há 18 dias consecutivos a ONG Junta Mais entrega alimentos a pessoas em situação de rua na Praça Tiradentes, no coração de Curitiba. São mais de 300 refeições servidas por noite. “Por causa do coronavírus, percebemos que muitas gente ia ficar sem comida e procuramos abraçar essa causa tomando todos os cuidados possíveis”, explica a diretora do projeto, Thais de Sousa Abicalaf. 

O cardápio varia: risoto, arroz e feijão, macarronada e frango ao molho são as principais pedidas – tudo preparado pelas mãos da própria Thais, com a ajuda dos pais: “Cozinhamos na nossa casa ao longo do dia, num fogão de quatro bocas. Lá pelas 4 ou 5 horas, dois voluntários vêm nos ajudar a colocar nas marmitas e seguem comigo para o Centro”.

Um dos pratos servidos pela ONG na última semana | Foto: Junta Mais

A ideia inicial era que somente ela assumisse a linha de frente nas entregas, preservando os colegas, já que é hábil na tarefa – diz que serve alimentos a pessoas em situação de vulnerabilidade desde os 14 anos, hoje tem 21. Mas foi preciso pedir reforços para suprir a demanda. “É uma necessidade real, principalmente porque a FAS diminuiu algumas atividades e também porque outros projetos pararam de entregar alimentos”, afirma.

Outro problema relatado por Thais é a desinformação: “Muitas dessas pessoas nos pedem álcool gel e máscara para se protegerem, outras nos perguntam qual é o cenário atual e quais são os sintomas. Elas só se informam quando conseguem ver TV num bar ou no boca a boca. E há falta de acesso para tomar banho ou ir ao banheiro, por exemplo. Ainda mais agora que está tudo fechado, o que acaba agravando ainda mais a situação”.

Para auxiliar, a ONG também oferece atendimento médico na praça por meio de chamadas de vídeo com um médico – e, se necessário, faz o encaminhamento para postinhos ou hospitais.

A Junta Mais existe há um ano e atua em diversas frentes, promovendo revitalizações em escolas públicas, atendendo causas de mulheres com câncer, comunidades indígenas e emergências em comunidades, entre outros nichos. Para fazer tudo isso acontecer, o projeto conta com 200 voluntários, além de uma ajudinha das redes sociais, que se tornaram pontos de arrecadação. “Tem gente que nem nos conhece e tá depositando dinheiro pra ajudar – ou doando alimentos”, comemora.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias