Na última semana, número de óbitos por Covid em Curitiba dobrou | Jornal Plural
12 jun 2020 - 18h55

Na última semana, número de óbitos por Covid em Curitiba dobrou

Foram 16 mortes em sete dias. Número de confirmações triplicou na última semana, e internações também deram salto

ATENÇÃO! A divergência entre dados municipais e estaduais acontece pois não há um sistema integrado das informações. Além disso, os critérios de divulgação da Secretaria da Saúde do Paraná e da Secretária Municipal de Saúde são diferentes. Mais detalhes em breve.

“Esses números são substancialmente maiores do que os da semana passada”, disse a médica infectologista, Marion Burger, durante a live desta sexta-feira (12/6). Curitiba registrou 53 novos casos de infecção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, somando 1.718 notificações; e três novos óbitos em decorrência da Covid-19. Agora são 74 residentes da capital vitimados pelo vírus – foram 16 mortes em apenas uma semana, o dobro da semana anterior. As confirmações triplicaram.

Curva da cidade está ascendente. Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

Um homem de 52 anos, sem comorbidades faleceu, bem como duas mulheres – uma de 64 anos e outra de 89, ambas com comorbidades. Os três pacientes estavam internados há menos de uma semana, e suas mortes mostram, de acordo com a infectologista, como os casos de Covid-19 têm evoluído de forma rápida na cidade. Há uma semana o município tem registrado mais de um óbito por dia, a taxa de letalidade do vírus na cidade está em 4.3%, acima dos 3.3% registrados pelo Paraná.

“Essa semana o número de casos, em relação à semana passada, triplicou, e o número de óbitos mais do que dobrou”, afirmou a secretária municipal de saúde, Márcia Huçulak. A cidade já convive com os efeitos da pandemia há 93 dias. “A situação está se agravando muito rapidamente, muito rapidamente”, alertou a secretária.

Dos mais de 1.700 infectados, 491 precisaram de cuidados hospitalares – o que representa cerca de 28,5% das confirmações. O número reflete um agravamento dos casos, segundo a secretária. Atualmente, 155 pacientes estão internados, 65 são casos graves em UTI. O perfil dos atendimentos hospitalares continua o mesmo: em sua maioria, pessoas com mais de 60 anos. Há alguns dias a secretaria parou de informar o número de pacientes fazendo uso de respiradores.

Internamentos aumentaram, mas continuam acontecendo mais em casos de pacientes com 60 anos ou mais. Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

A taxa de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 está em 69%. Atualmente são considerados, para essa conta, 227 leitos. Vale ressaltar que casos suspeitos também entram nesta conta.

Optação de UTIs também cresceu. Fonte: Secretaria Municipal de Saúde

No Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta sexta-feira (12/6) mais 248 novos casos de Covid-19 e 14 óbitos. O Paraná soma, agora, 294 mortes e 8.705 casos confirmados da doença.

Nesta sexta-feira, 376 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados, sendo 265 em leitos SUS (120 em UTI e 145 em leitos clínicos/enfermaria) e 111 na rede privada (42 em UTI e 69 em leitos clínicos/enfermaria).

Todos as 14 pessoas que faleceram, relatadas no boletim desta sexta-feira, estavam internadas. São seis mulheres e oito homens, com idades que variam de 52 a 93 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 5 e 12 de junho. Os pacientes que faleceram residiam nos municípios de Arapongas (01 óbito), Apucarana (01), Cascavel (02), Curitiba (08), Ibema (01 óbito) e Piraquara (01). 

No momento, 296 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado pela Covid-19. Em 100 municípios há registro de óbitos pela doença.

O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 113 casos de residentes de fora do Estado. Oito pessoas foram a óbito.

Um caso confirmado por laboratório particular dia 9 de junho em Curitiba foi transferido para Realeza. Também foi transferido para Curitiba um caso confirmado dia 3 de junho, em Ponta Grossa.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias