Ministério reduz previsão de doses do PR | Jornal Plural
18 jan 2021 - 9h32

Ministério reduz previsão de doses do PR

Distribuição de 4,7 milhões de doses da vacina começa neste dia 18 de janeiro

O Ministério da Saúde revisou o total de doses a serem enviadas a partir das 7 horas desta segunda-feira, dia 18 de janeiro, para os estados. A mudança resultou em diminuição do total esperado no Paraná, de 300.000 para 242 mil doses. A alteração deverá provocar redução na meta paranaense de vacinação nesta primeira fase, que eram de 250 mil pessoas.

Documentação com a distribuição das doses divulgada pelo Ministério.

Outra alteração é que o plano nacional agora prevê a vacinação com as duas doses já neste primeiro lote. No Plano Estadual, a previsão era de uso total do lote para aplicação da primeira dose, ampliando o número total de vacinados.

Não está claro ainda se a redução de doses irá impedir o plano do governo do Paraná de vacinar toda população idosa em instituições de longa permanência e toda população indígena, o que soma 22 mil pessoas. O restante das doses deve ser usado na vacinação prioritária de profissionais da saúde que irão atuar na vacinação e os que estão nos hospitais e centros de atendimento de referência para Covid-19.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

2 comentários sobre “Ministério reduz previsão de doses do PR

  1. O número – mínimo – de doses distribuídas para o Brasil e consequentemente para o Paraná é o resultado de governos – federal e estaduais – negacionistas. Negaram a pandemia e a ciência.
    Muitos países investindo na pesquisa e buscando a elaboração da vacina. O Brasil não fez isso, com exceção do Butantan e da Fiocruz, muito mais por insistência de cientistas o que de governos.
    Hoje o “produto” está escasso no mundo.
    O Ratinho Jr – com sua demagogia – saiu na frente e no mês de agosto anunciou o acordo com a Rússia para a compra e fabricação da vacina contra o Covid-19. Até o momento ele e Beto Preto, secretário de saúde, nada falam sobre este acordo.
    O Paraná vai receber, segundo esta informação, 242 doses, como são duas doses, vai vacinar somente 121 mil pessoas. A população paranaense é de mais de 11 milhões.
    Bolsonaro, Ratinho e tantos outros são – no mínimo – irresponsáveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias