Justiça determina que Carli Filho seja preso imediatamente | Jornal Plural
Clube Kotter
24 maio 2019 - 21h05

Justiça determina que Carli Filho seja preso imediatamente

Ex-deputado matou duas pessoas em colisão há dez anos e só agora deve ser preso

Mais de dez anos depois da colisão que matou duas pessoas, a Justiça acaba de determinar pela primeira vez que o ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho, responsável pelo duplo homicídio, seja levado para a prisão. Até o momento, segundo a Justiça, ele não foi encontrado.

Condenado a nove anos de prisão em primeira instância, Carli Filho teve a pena reduzida em segundo grau. O Tribunal de Justiça baixou a pena para pouco mais de sete anos, o que permite que ele fique em regime semiaberto. Como as prisões do semiaberto estavam lotadas, ele teve autorização para cumprir a pena usando tornozeleira, em liberdade.

Leia mais sobre o caso aqui.

Agora, porém, o juiz Thiago Flôres Carvalho da 2ª Vara do Tribunal do Júri, determinou o recolhimento de Ribas Carli à prisão. A decisão foi assinada nesta sexta-feira (24) e inicialmente estava em sigilo, até para evitar a possibilidade de fugas, segundo o juiz.

No entanto, como a defesa de Carli ficou sabendo e a imprensa em Guarapuava teria vazado a notícia, o juiz levantou o sigilo.

Carli Filho matou Gilmar Rafael Souza Yared e Carlos Murilo de Almeida em 7 de maio de 2009, dirigindo um Passat em alta velocidade, embriagado e com a carteira de motorista vencido. O caso foi considerado homicídio com dolo eventual, quando a pessoa sabe que está correndo o risco de matar e mesmo assim continua agindo de maneira irresponsável.

Carlos Murilo de Almeida, um dos mortos na tragédia.
Gilmar Yared: morto por ex-deputado que dirigia embriagado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias