Indígenas de Floresta Estadual em Piraquara precisam de doações; saiba como apoiar - Jornal Plural
17 set 2021 - 17h06

Indígenas de Floresta Estadual em Piraquara precisam de doações; saiba como apoiar

Os itens mais necessitados são colchões, cobertores, agasalhos e água potável

Diante da intensificação das chuvas durante as últimas semanas no Paraná, as famílias indígenas que retomaram o território da Floresta Estadual Metropolitana, localizada em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), precisam do suporte da população para permanecer na região.

Atualmente, são sete famílias das etnias Kaingang, Guarani M’bya, Guarani Nhandewa e Tukano que compõem o acampamento. Ao todo, são 24 pessoas dentre as quais estão oito crianças abaixo dos 13 anos, um bebê de cinco meses e duas gestantes. O grupo retomou a área sagrada indígena no dia 9 de agosto com o objetivo de reflorestar a região e desenvolver um centro de formação de cultura e direitos dos povos da floresta.

De acordo com Eloy Jacintho, indígena da etnia Guarani Nhandewa e uma das lideranças do movimento, como a estrutura do acampamento ainda é precária, as chuvas frequentes vem afetando a situação dos abrigos. “Estamos ainda no início do acampamento, com barracos de lona, estamos construindo nossos abrigos agora. Além disso, aqui é uma área que faz bastante frio.”

Foto: Giorgia Prates/Plural

Como doar

Neste momento, as famílias precisam de itens para combater o frio e a chuva como colchões, agasalhos (adulto e infantil), cobertores e água potável.

Para doar, basta entrar em contato com Eloy por meio do telefone (41) 9632-2334 até o próximo domingo (19) para combinar um local de coleta dos itens.

“É importante que as pessoas saibam da nossa retomada e das nossas condições. Para todos aqueles que puderem colaborar e ajudar, desde já aguyjevete, muita gratidão. E que Nhanderu fortaleça toda a nossa caminhada. A luta dos povos indígenas é uma luta de todos nós.”

Reportagem sob orientação de João Frey

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias