Governo do PR volta atrás e libera feiras livres e lojas de conveniência | Jornal Plural
Clube Kotter
2 jul 2020 - 16h09

Governo do PR volta atrás e libera feiras livres e lojas de conveniência

Um dia após anunciar quarentena rigorosa, Ratinho Jr fez ajustes que flexibilizam o próprio decreto

O governo do Paraná tomou novas medidas que alteram o decreto que foi expedido na última terça-feira (30). Sete regionais do Paraná foram colocadas em quarentena mais rigorosa, contudo, alguns ajustes foram feitos nas instruções do Executivo Estadual. Entre eles está o funcionamento de feiras livres e lojas de conveniência e prioridades no transporte coletivo.

As medidas foram divulgadas nesta quarta-feira (1), dia seguinte ao decreto que endurecia a quarentena por 15 dias. O novo decreto (4.951/20) atualiza o anterior e vale para 134 municípios, pelo mesmo período. A tendência é de que a maioria dos prefeitos adotem as orientações estaduais. No entanto, cada Município tem autonomia para decidir se vai ou não aderir.

De acordo com as novas medidas, feiras livres e lojas de conveniência podem abrir normalmente, desde que não vendam bebidas alcoólicas. As feiras , estavam suspensas na primeira versão do decreto, agora podem voltar a funcionar.

Outra mudança está no sistema de transporte coletivo. A orientação é para que os ônibus deem prioridade para passageiros que trabalham em serviços considerados essenciais. Em Curitiba, os profissionais de saúde ganharam uma linha exclusiva.

Os coletivos devem circular respeitando as restrições de ocupação, que deve ser de 65% nos horários de pico (das 5h às 8h e das 15h30 às 19h30) e 55% em outros momentos do dia. A Prefeitura de Curitiba já havia decretado que os passageiros só podem viajar sentados. A empresa que não seguir essa norma pode ser punida com multa de R$ 50 por cada usuário que estiver em pé.

As orientações do governo do Estado valem para a Região Metropolitana de Curitiba e as regionais de: Cascavel, Cianorte, Toledo, Foz do Iguaçu, Cornélio Procópio e Londrina.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias