Governo do Paraná prevê perda de até 456 mil postos de trabalho com pandemia | Jornal Plural
Clube Kotter
16 abr 2020 - 18h29

Governo do Paraná prevê perda de até 456 mil postos de trabalho com pandemia

Retração do PIB no estado, em cenário pessimista, chegaria a 6,1% até o fim da epidemia de Covid

O governo do Paraná trabalha com três cenários diferentes de impacto do coronavírus sobre a economia local. Na versão mais dramática, o estado perde 456 mil empregos e a retração do PIB chega a 6,1%. Os dados constam de documento interno no Palácio Iguaçu.

O documento se baseia nos impactos que a Covid-19 teve na China e nos Estados Unidos até o momento e também utiliza como parâmetro a greve de caminhoneiros de 2018, que paralisou durante alguns dias a atividade econômica em todo o país.

O Ipardes avaliou o impacto da pandemia sobre três indicadores: emprego, PIB e arrecadação. Mesmo na versão mais suave, os efeitos são graves: nenhum dos cenários cogita aumento do PIB e todos preveem perdas bilionárias na arrecadação de tributos.

O cenário classificado como otimista prevê o PIB diminuindo apenas 0,1% em relação ao ano passado. Nesse caso, a arrecadação do Paraná diminuiria em R$ 1,26 bilhão e seriam perdidos 116 mil postos de trabalho, entre formais e informais.

No cenário base, intermediário, a diminuição do PIB é de 2,9%. O Ipardes imagina que nessa situação o estado arrecadaria 2,05 bilhões e 279 mil trabalhadores ficariam desocupados.

Já o cenário pessimista prevê retração do PIB de 6,1%, com perda de arrecadação de R$ 3,5 bilhões no ano e 456 mil postos de trabalho perdidos até o fim da pandemia. Isso equivale a 8,1% dos postos de trabalho atuais do estado.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias