26 jan 2022 - 17h46

Frente fria encerra calor e pode causar estragos em Curitiba e região

Fortes chuvas devem atingir a capital, com risco de inundações e rajadas de vento

A chegada da frente fria que encerrará o calor em Curitiba e região, também pode causar estragos. Vivendo uma onda de calor que quebrou recordes desde o dia 15 deste mês, a frente fria chega para amenizar as temperaturas do Paraná por alguns dias, principalmente na região de Curitiba e litoral. Porém, há alerta de tempestades e ventos muito fortes.

Segundo o Metsul Meteorologia, o Paraná deve registrar chuvas volumosas em muitos pontos nos próximos dias. Volumes altos são esperados no estado com acumulados excessivos em várias localidades. As chuvas devem acontecer em vários dias seguidos. Os volumes variam de 100 mm a mais de 300 mm, esse último pode trazer alagamentos, subidas de rios e inundações. 

A Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), alerta para ventos com intensidade de até 75 km/h na faixa litorânea dos estados de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e São Paulo, entre a tarde do dia 27 e a noite do dia 28 de janeiro. No litoral, o vento pode provocar ondas de até 4 metros e ressaca de até 2,5 metros.

O geógrafo e professor de Climatologia na UFPR Pedro Augusto Breda Fontão explica que a origem de uma frente fria está relacionada ao avanço de uma massa de ar polar originada na região oceânica ao sul do continente americano, área de características mais frias. “Devido às diferenças de temperatura e pressão, a tendência é que esse ar avance sobre o centro-sul brasileiro e provoque mudanças no tempo por alguns dias aqui na nossa região,” com instabilidades atmosféricas.” 

Pedro também alerta para o risco de tempestades na capital. “Nessa época de verão, as tempestades podem ocorrer com maior intensidade e frequência, acendendo o sinal de alerta para tempestades em Curitiba desde quinta-feira (27) até domingo (30). É importante que todos fiquem atentos, pois pelos modelos de previsão meteorológica que venho observando, os Estados do Paraná e São Paulo serão fortemente afetados por chuvas intensas e tempestades nesse período.”

Curitiba viveu episódios de alagamentos e enchentes nas chuvas das últimas semanas, como o do bairro Parolin. A frente fria pode potencializar as chuvas, e há um risco considerável de novos episódios de chuvas fortes e tempestades em Curitiba e no litoral. 

“Como ainda estamos nos recuperando de uma Crise Hídrica, a chuva não é algo tão ruim, mas infelizmente deve vir com intensidade moderada e/ou forte em algumas localidades, com potencial para provocar temporais e eventos de enchentes, inundações, deslizamentos”, explica o climatologista. 

Sobre o alerta da Marinha para os fortes ventos, Pedro esclarece que podem provocar diversos impactos em ambientes urbanos, pois tem potencial para derrubar árvores, fiações elétricas e afetar a estrutura dos telhados e de casas, além de diversos outros danos. Há um alerta de risco para quinta (27) e sexta-feira (28), que poderá afetar Curitiba e região. 

O climatologista relembra os cuidados que os cidadãos devem ter durante uma tempestade ou ventos fortes. “Evite se expor durante o evento. Caso seja afetado por destelhamentos, alagamentos, procure um lugar seguro durante o episódio e busque ajuda das Defesas Civis imediatamente. Caso esteja dirigindo sob forte tempestade, tente encontrar um local seguro até o tempo melhorar um pouco.”

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds