Alunos protestam no Centro Cívico contra caos na FAP | Jornal Plural
Clube Kotter
18 mar 2019 - 20h40

Alunos protestam no Centro Cívico contra caos na FAP

Representantes do curso também se reuniram com deputados ligados a Ratinho, pedindo solução

Os problemas de infraestrutura que levaram à paralisação da Faculdade de Artes do Paraná (FAP) tornaram o Centro Cívico de Curitiba alvo de protestos nesta segunda (18). Durante a manhã, o gramado da Praça Nossa Senhora de Salete foi palco de uma aula pública. A ação foi organizada pelos alunos e docentes do curso de Cinema e Audiovisual da FAP.

Cerca de 80 acadêmicos participaram da atividade que, além de discutir a situação atual da faculdade e os problemas enfrentados pela graduação de Cinema, também trouxe ao debate a importância da arte.

“A proposta de fazer a aula na rua veio dos alunos, para tentar fazer algum tipo de pressão em todas as instâncias. Não estamos atrás de culpados, estamos atrás de solução”, esclarece Demian Garcia, professor do curso desde 2011 e egresso da FAP. Ele explica que há uma movimentação junto à Direção do Campus e à Reitoria da Unespar para tentar chegar aos representantes do governo do estado. “Estamos em um auge pedagógico [do curso] e não temos sala, equipamentos, há professores que ainda precisam ser contratados”, salienta.

Foto: Ana Justi/Plural;

Além da aula, durante a tarde, um grupo de representantes do curso  – composto por graduandos e docentes – se reuniu com o deputado estadual e atual líder do governo, Hussein Bakri (PSD). A conversa foi mediada pelo deputado da oposição, Tadeu Veneri (PT).

Além de solicitar uma sede provisória, como solução emergencial, os manifestantes pediram uma resolução mais permanente, e expuseram a situação dos professores temporários, ainda sem contrato. Uma maior atenção à situação da Unespar também foi reivindicada. O líder do governo se comprometeu a levar às demandas ao Palácio Iguaçu, e está confiante que uma solução emergencial será encontrada até sexta-feira (22) para que as aulas da FAP sejam retomadas.

Durante a reunião,  estudantes e professores fizeram um ato em frente à Assembleia Legislativa do Paraná (ALEP). Ao coro de “Ei Ratinho, vou te falar, o teto tá caindo mas eu quero estudar”, os manifestantes protestaram por mais qualidade no ensino público superior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias