Estudante da Vila das Torres faz campanha para ir à Europa | Jornal Plural
12 set 2019 - 23h22

Estudante da Vila das Torres faz campanha para ir à Europa

Financiamento coletivo permitirá participação de estudante em conferência sobre aprendizado em idiomas, no qual ela é destaque

Até o início do ano passado, Mayara Saches, 21 anos, não sabia o básico do inglês e sentia dificuldades com o português. Após entrar em um projeto social na comunidade onde mora, na Vila das Torres, em Curitiba, ela passou a estudar a língua. Em pouco mais de um ano, elevou seu nível de estudos e seus resultados, tornou-se instrutora no programa e foi chamada a participar de uma conferência internacional sobre aprendizado e ensino de idiomas. Para a viagem, a estudante busca ajuda com uma campanha de financiamento coletivo pela internet.

A expectativa é arrecadar R$20 mil para as passagens e despesas na Europa, onde se realiza a 4ª Conferência sobre Ensino de Línguas Estrangeiras, em Saarbrücken, na Alemanha. “A Mayara entrou e abraçou o projeto. Se dedicou e ficou. Começou como estagiária e agora está dando aulas também”, conta Rodrigo Rodrigues, mentor do projeto e criador de uma nova metodologia de ensino de línguas, a Brain Connected.

O profissional irá palestrar sobre ela no evento. “Apresentaremos o caso da Mayara como um dos sucessos no método de aprendizado da língua inglesa. Queremos permitir a ela ter este contato direto com esta língua, que mudou a vida dela. Mas além do exemplo deste case de sucesso, e da interação com PHDs de todo mundo, buscamos oportunizar a ela conhecer a Europa, sua cultura e lugares, como Amsterdã e Paris, agregando assim sua formação.”

“Inglês era só uma matéria que eu fazia porque tinha que passar na escola.
Quando comecei as aulas, vi que não sabia nada, achei que não tinha
capacidade. Mas agora percebo que está dando certo; estou ensinando outras pessoas, o que nunca imaginei, porque sou muito tímida. Isso mudou a minha vida”, garante a aluna. “Eu não aprendi apenas a falar inglês, também melhorei minhas habilidades de comunicação em português.

O conhecimento mudou até os planos futuros da estudante. “Pretendo fazer faculdade de Letras, continuar dando aulas e aprender a falar japonês.”

O projeto voluntário na Vila das Torres tem hoje oito alunos e é desenvolvido pela Liaison Applied Linguistics, em parceria com a empresa social curitibana de desenvolvimento humano Youngers. No ano que vem, as atividades devem ser estendidas ao Jardim Acrópole.

Metodologia

A metodologia utilizada para o ensino dos jovens é baseada em nove princípios inter-relacionados e interdependentes: Percepção Neurológica, Percepção do Indivíduo, Motor Linguístico, Percepção Morfológica, Percepção Fonológica, Validação Cruzada, Linguagem Mental, Aprendizado Orgânico e Regra & Exceção. Eles direcionam o método e as abordagens do ensino. “Em conformidade com a perspectiva holística em que a análise foi desenvolvida, todos os princípios desempenham um papel importante no processo de aquisição de uma língua”, explica Rodrigues.

Cientista da computação, apaixonado por linguística e suas implicações, o profissional desenvolveu a metodologia baseada em pesquisas qualitativas durante mais de duas mil horas/aula. “A experiência nos trouxe casos transformadores, como o de Mayara.”

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

5 comentários sobre “Estudante da Vila das Torres faz campanha para ir à Europa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias