Escolas vão adiar parte das mensalidades | Plural
escola-publica-de-qualidade
29 jun 2020 - 16h40

Escolas vão adiar parte das mensalidades

Descontos podem chegar a 25%, mas terão que ser pagos após a pandemia

A Rede Privada de Ensino do Paraná deverá fornecer descontos nas mensalidades durante a pandemia. A redução irá de 15% a 25%, porém, terá que ser paga de forma parcelada quando findar o estado de emergência pública no Estado.

A medida será avaliada caso a caso, dependendo da situação socioeconômica de cada família e não poderá ser acionada por alunos de cursos com realização remota prevista, assim como, para alunos que já tenham um desconto anterior em suas mensalidades. Os valores devem começar a ser pagos, parceladamente, 45 dias após o fim da pandemia.

“Esse termo de entendimento é resultado de um trabalho exaustivo com muito diálogo com a Casa Civil e a Alep (Assembleia Legislativa do Estado do Paraná). Acho que fomos muito felizes nessa negociação para as condições de nossos associados”, afirma Esther Cristina Pereira, presidente do Sindicato das Escolas Particulares do Paraná (Sinepe-PR).

Protocolo para volta às aulas

Um protocolo com medidas para o retorno seguro às aulas presenciais – ainda sem data definida – começa a ser elaborado por um comitê específico, formado por representantes do governo do Estado e das escolas particulares.

O grupo foi criado na última sexta-feira (26), depois de reunião entre o Sinepe e o secretário da Casa Civil, Guto Silva, o secretário de Educação, Renato Feder, e o deputado estadual Ricardo Arruda (PSL).
Denominado ‘Comitê de Planejamento de Retorno às Aulas Pós-pandemia’, o grupo “será responsável pelas determinações nos próximos dias e meses sobre como será a retomada das escolas, tanto públicas como particulares”, diz o Sinepe.  

A Seed ressalta que o Comitê irá discutir como voltar às aulas, mas ainda não há data para isso. “Cada entidade irá indicar nomes – incluído APP-Sindicato, Sinepe, Secretarias de Saúde, Educação e Planejamento – para discutir como voltar, pois há uma série de variáveis e é preciso levar em conta o contágio da covid-19. Vamos preparar para como voltar e não quando voltar.”

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.
0 0 voto
Article Rating
Subscribe
Notificação
guest
0 Comentários
Comentário no texto
Ver todos

Últimas Notícias

0
Adoramos ouvir você, deixe seus comentáriosx
()
x