Em três meses de pandemia, Curitiba registra seu maior salto de infecções por Covid-19 | Jornal Plural
Clube Kotter
10 jun 2020 - 18h12

Em três meses de pandemia, Curitiba registra seu maior salto de infecções por Covid-19

Foram 70 confirmações em um dia. Total de infectados na cidade passa de 1.600 casos

Atualização: 10 de junho (quarta-feira), às 19h31

ATENÇÃO! A divergência entre dados municipais e estaduais acontece pois não há um sistema integrado das informações. Além disso, os critérios de divulgação da Secretaria da Saúde do Paraná e da Secretária Municipal de Saúde são diferentes. Mais detalhes em breve.

Nesta quarta-feira (10/6), Curitiba registrou 70 novas confirmações de infecção pelo novo coronavírus. Ao todo, a cidade tem 1.619 notificações da doença. Outros 150 casos foram confirmados também nesta quarta-feira, mas referem-se a testes rápidos de farmácia que não contabilizam infecções ativas. Como estes testes apontam a presença de anti-corpos para o vírus, os casos detectados por este método entram na conta da Secretaria Municipal de Saúde como “recuperados”.

De acordo com o órgão, os testes de farmácia estão sendo computados todos de uma só vez por conta de um trabalho de verificação da residência de quem realiza os exames. “A farmácia nos informa e fazemos todo um levantamento”, explicou a secretária municipal de saúde, Márcia Huçulak.

Também foram registrados quatro novos óbitos por Covid-19, totalizando 67 residentes da cidade vítimas da doença. Uma mulher, de 69 anos; e outra de 89, faleceram ontem (9/6) – ambas tinham doenças crônicas. Um terceira mulher, de 77 anos, também com comorbidades, faleceu na segunda-feira (7/6). Por fim, um homem de 77 anos, que morreu no dia 5/6, teve a doença confirmada como causa da morte. Outros oito óbitos seguem em investigação.

O número de internações por complicações da Covid também segue aumentando. Cerca de 1/4 dos casos confirmados precisaram, em algum momento, de cuidados hospitalares. Hoje, são 138 pacientes em hospitais do município com diagnóstico positivo para a infecção: 56 estão em UTI.

“A escalada da doença tem realmente sido de uma forma bem mais importante do que vinha sendo na semana passada. É por isso o alerta deve não só continuar, como ser incrementando, ser levado ainda mais a sério”, disse a médica infectologista, Marion Burger.

Há, ainda, 2.305 casos descartados, e 1.211 pessoas que já se recuperaram da doença.

No Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) informa que o Parança, nesta quarta-feira (10/6) bateu um recorde de 22 óbitos pela Covid-19. Traz também mais 519 novos casos confirmados da infecção. É o maior número de mortes divulgado desde o início do monitoramento. O total acumulado chega 7.831 casos e 275 falecimentos pela doença. Dos 399 municípios paranaenses, 289 têm ao menos uma ocorrência da doença e em 95 há registro de mortes.

375 pacientes com o diagnóstico confirmado pela Covid-19 estão internados nesta quarta-feira. São 264 pacientes em leitos SUS (sendo 123 em UTI e 141 em leitos clínicos/enfermaria) e 111 em leitos da rede privada (sendo 42 em UTI e 69 em leitos clínicos/enfermaria).

Os 22 pacientes que foram a óbitos, relatados neste informe, estavam internados. São nove mulheres e 13 homens, com idades que variam de 34 a 91 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 21 de maio e esta quarta-feira (10). As pessoas que faleceram eram residentes das cidades de Alvorada do Sul, Araruna, Bela Vista do Paraíso, Bocaiúva do Sul, Cambé, Campina Grande do Sul, Campo do Tenente, Cianorte, Curitiba (cinco pacientes foram a óbito), Fazenda Rio Grande, Imbaú, Imbituva, Paranavaí, Ponta Grossa, Pontal do Paraná, Reserva, São José dos Pinhais (duas pessoas foram a óbito).

O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 103 casos que foram atendidos no Paraná, mas residem fora daqui. Sete pessoas foram a óbito.

Um caso confirmado no dia 01 de junho, em Barbosa Ferraz, foi transferido para Novo Progresso, no Pará. Outra confirmação ocorrida, também em 01 de junho, em Colombo foi transferido para Bocaiúva do Sul. Um caso confirmado no último dia 02, em Clevelândia, foi excluído por duplicidade de notificação.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias