Em Curitiba, número de internações por Covid-19 preocupa | Plural
18 jun 2020 - 17h25

Em Curitiba, número de internações por Covid-19 preocupa

Segundo médica infectologista do município, média de internamentos diários confirmados para a doença dobraram

ATENÇÃO! A divergência entre dados municipais e estaduais acontece pois não há um sistema integrado das informações. Além disso, os critérios de divulgação da Secretaria da Saúde do Paraná e da Secretária Municipal de Saúde são diferentes. Mais detalhes em breve.

Nesta quinta-feira (18/6), Curitiba confirmou mais 54 casos de infecção pelo novo coronavírus – 40 são infecções ativas, e 14 entram na contabilidade de casos já recuperados. A cidade tem 2.543 confirmações de Covid-19, e com três novos óbitos, soma 97 residentes vítimas da doença.

Os três mortes aconteceram entre ontem e hoje. O perfil de mortes na cidade continua sendo, em grande parte, de pessoas idosas. Morreram: uma mulher de 88 ano, outra de 93, e um homem de 72 anos – todos tinham doenças crônicas e foram a óbito em decorrência de complicações da Covid-19.

O número de pessoas internadas segue subindo, desde março – quando a infecção chegou à cidade – foram 581 pacientes que precisaram de cuidados hospitalares em algum momento. Hoje, há mais de 80 casos graves em UTI, até ontem eram 73 pessoas em unidades de tratamento intensivo.

Segundo a médica infectologista, Marion Burger, os dados desta semana são mais preocupantes do que os da semana anterior, quando a cidade teve o triplo de confirmações e o dobro de mortes. “Temos muitos internamentos que estão sendo por Covid. […] Isso mostra que realmente a epidemia em Curitiba é bastante grave”, destacou.

O problema, segundo ela, é que mais do que as confirmações que seguem aumentando, os quadros com complicação têm crescido também. Há, de acordo com ela, o dobro de internamentos por quadros respiratórios: uma média de 80 a 60 pacientes por dia. Como o número de confirmações para Covid está em alta, uma parcela destes internamentos acabam sendo, de fato, complicações da doença.

O município tem, ainda, 1.541 recuperados, 2.558 descartados, e 427 casos suspeitos – a maior parte, internados.

No Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta quinta-feira 832 novas confirmações e 20 mortes pelo novo coronavírus. O Paraná soma 11.919 casos e 406 mortos. Há seis ajustes de municípios de residência de casos confirmados.

445 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados nesta quinta-feira. 309 pacientes estão em leitos SUS (sendo 136 em UTI e 173 em leitos clínicos/enfermaria) e 136 em leitos da rede particular (sendo 52 em UTI e 84 em leitos clínicos/enfermaria). Há outros 857 pacientes em leitos UTI e enfermaria que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus.

A secretaria informa a morte de mais 20 pacientes. Todos estavam internados. São nove mulheres e 11 homens, com idades que variam de 26 a 88 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 9 e 18 de junho. Os pacientes que faleceram residiam cinco em Curitiba, quatro em Londrina, dois em Cascavel e São José dos Pinhais.

Há um novo caso em cada um dos seguintes municípios: Bom Jesus do Sul, Colombo, Francisco Beltrão, Pinhais, São Sebastião da Amoreira, Toledo e Umuarama. 315 cidades paranaenses têm ao menos um caso confirmado. Atalaia, Cerro Azul, Pérola D’Oeste, Prudentópolis registraram casos pela primeira vez. Em 114 municípios há óbitos pela doença.

O monitoramento da Secretaria registra 140 casos de residentes de fora. Oito pessoas morreram.

A Secretaria da Saúde lembra que os municípios têm critérios diferentes de confirmação de casos e por isso pode ocorrer divergência de número de pacientes. Informa, ainda, que os dados são consolidados na gestão estadual, mas os municípios encaminham as informações para as regionais que repassam para o CIEVS na Secretaria. Abaixo a lista de fabricantes de testes rápidos validados pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) que têm os resultados positivos incluídos no monitoramento do CIEVS:

1. One Step Covid-2019 Test®️ da fabricante Guangzhou WondfoBiotechCo., Ltda., cujo representante legal no Brasil é a empresa Celer Biotecnologia S/A.
2. Medteste Coronavírus (Covid-19) igG/IgM da fabricante Hangzhou Biotest Biotech Co. Ltd cujo representante legal no Brasil é a empresa Medlevensohn Com Repres Prod Hosp Ltda.
3. Covid-19 IgG/IgM ECO do fabricante Eco Diagnóstica Ltda-ME, cujo representante legal no Brasil é a empresa Eco Diagnóstica Ltda-ME
4. Covid-19 IgG/IgM BIO do fabricante Quibasa Química Básica Ltda, cujo representante legal no Brasil é a empresa Quibasa Química Básica Ltda.
5 – SARS-CoV-2 Antibody Test da fabricante WondfoBiotechCo., Ltda.

AJUSTES – Um caso confirmado em 16/6, em Irati, foi transferido para Campo Largo. Um caso confirmado na data de 16/6, em Colombo, foi transferido para Ponta Grossa. Dois casos confirmados na data de 10/6 em Atalaia/AL e Umuarama foram transferidos para Tuneiras do Oeste. Um caso confirmado na data de 13/6 em São Tomé foi transferido para Tuneiras do Oeste. Um caso confirmado na data de 15/6 em Atalaia/AL foi transferido para Tuneiras do Oeste. Um caso confirmado na data de 5/6 em Maringá foi transferido para Jandaia do Sul.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.
5 1 voto
Article Rating
Subscribe
Notificação
guest
0 Comentários
Comentário no texto
Ver todos

Assuntos:

Últimas Notícias

0
Adoramos ouvir você, deixe seus comentáriosx
()
x