Educação gratuita e inclusiva transforma vida de estudante em Curitiba | Jornal Plural
17 jan 2021 - 10h10

Educação gratuita e inclusiva transforma vida de estudante em Curitiba

Ele saiu de Curitiba para São Paulo, depois Londres e agora segue para doutorado na Alemanha

A Educação gratuita e o acesso ao Ensino Superior pode mudar a vida das pessoas. Nesse sentido, iniciativas na cidade de Curitiba tentam diminuir as desigualdades entre a população. E a história de Augusto Monteiro (25) é um exemplo disso. 

Quando ainda estava no Ensino Médio, ele mudou de Belém do Pará para a Capital do Paraná. Augusto trabalhava como atendente em uma loja de fast food para ajudar sua mãe a pagar as contas da casa. No entanto, seu sonho era entrar na universidade, então, em seu terceiro ano do Ensino Médio, no ano de 2013, decidiu se dedicar completamente aos estudos. 

“Foi nesse momento que conheci o Cursinho Solidário e passei a me dedicar a realizar esse sonho”, conta ele. O Cursinho Solidário é uma iniciativa de Educação preparatória para os vestibulares, é gratuita para os estudantes e tem professores voluntários. Para Augusto, esse ambiente, em que todos se dedicavam e se ajudavam, fez toda a diferença.

“Era visível que eles queriam estar ali, que queriam ver o nosso sucesso. A Educação mudou a minha vida, me ajudou a cobrir toda a distância que a minha antiga escola não conseguia. E foi um ano muito puxado, passava o dia inteiro estudando, mas olhando para trás, valeu muito a pena. O Cursinho Solidário me ajudou e ensinou muito.”

Como Augusto estava no Ensino Médio, ele estudou para o vestibular ao mesmo tempo em que terminou o terceiro ano. Mas o sonho de fazer faculdade de Ciência da Computação fez com que ele aguentasse a rotina exigente de estudante em tempo integral.

E a ajuda do cursinho gratuito e o esforço das horas de dedicação e estudos valeram a pena ao final do ano: Augusto passou no vestibular para a Universidade Federal do Paraná (UFPR) e para a Universidade de São Paulo (USP). A sua escolha trouxe outra mudança para a sua vida, já que foi para São Paulo.

Foto: Arquivo Pessoal

“No começo foi um pouco difícil. Eu nunca tinha morado sozinho, longe dos meus pais em uma cidade que eu não conhecia. Mas a gente se acostuma e eu adorei a USP, ali me encontrei, tinha tudo o que eu queria. E eu estava estudando Ciência da Computação, realizando meu sonho.”

Mas, na verdade, essa era apenas uma das viagens que a Educação iria possibilitar a Augusto. Em 2015, apenas dois anos depois de decidir se dedicar completamente ao aprendizado, ele ganhou uma bolsa de estudos e foi para Londres em um intercâmbio universitário por seis meses.

Foi durante esse período que ele resolveu se dedicar à vida acadêmica e, após se graduar, começou a fazer Mestrado. Augusto voltou a sair do país para estudar em 2019, quando passou seis meses na Alemanha, como parte dos seus estudos para adquirir o título de mestre.

“Nem imaginava, lá no início, que isso seria uma possibilidade. Era um sonho, mas não parecia real. A minha vida mudou completamente. E agora estou me preparando para entrar em projetos de doutorado fora do país”, planeja Augusto.

Serviço

O Cursinho Solidário está com as inscrições abertas para o ano letivo de 2021. Os estudantes podem se inscrever pelo site até o dia 22 de janeiro. O “curso pré-vestibular não possui mensalidade”, além de ter como objetivo “ajudar estudantes de baixa renda a ingressar no Ensino Superior”.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias