15 out 2021 - 16h56

Deputado do Paraná diz que há professores “maconheiros” que “nem banho tomam”

Deputado é aliado de Jair Bolsonaro e do governador Ratinho Junior

O deputado federal Sargento Fahur (PSD) – paranaense mais votado nas eleições de 2018 – foi ao Twitter neste dia 15 de outubro fazer uma “homenagem” aos professores pelo seu dia. Bolsonarista de primeira hora e correligionário do governador Ratinho Junior, Fahur disse que há professores “maconheiros” que “nem banho tomam”.

Nos comentários, um seguidor do deputado retrucou: “Lave a boca e respeite TODOS os Professores”.

Ex-policial militar, Fahur ganhou projeção ao virar meme com entrevistas concedidas em operações policiais. Na Câmara Federal, tem atuação de pouca relevância e sobrevive de arroubos retóricos em temas da pauta bolsonarista e da agenda corporativa dos militares estaduais.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Um comentário sobre “Deputado do Paraná diz que há professores “maconheiros” que “nem banho tomam”

  1. Pois é deputado! Professor pode até não tomar banho, mas não vive dos produtos que os deputados roubam; não vivem com os favores do genocida que o senhor vive; não tem o cérebro desprovido de conhecimento como é o seu caso! Respeite os professores e a nós, profissionais orientados por eles, e não por um policial assassino como foi sua prática profissional!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias

Radiocaos Fosfórico

Neste episódio os textos e ideias combustíveis de Trin London, Merlin Luiz Odilon, Menotti Del Picchia, Alana Ritzmann, Otto Leopoldo Winck, Gabriel Schwartz, Cyro Ridal, Robson Jeffers, Guilherme Zarvos, Carlos Careqa, Clarice Lispector, Luciano Verdade, Giovana Madalosso, Charles Baudelaire, Arnando Machado, Edilson Del Grossi, Francisco Cardoso, Liliana Felipe, Valêncio Xavier, Carlos Vereza, Ícaro Basbaum, Mauricio Pereira, Mano Melo, Monica Prado Berger, Amarildo Anzolin, Antonio Thadeu Wojciechowski, Marcelo Christ Hubel, Cida Moreira, entre outros não menos carburantes.

Redação Plural.jor.br