10 mar 2022 - 17h26

Curitiba suspende limite de ocupação em estabelecimentos comerciais

Prefeitura decide manter a bandeira amarela. Confira os indicadores da pandemia na capital, no Paraná e no Brasil

Nesta quinta-feira (10), a prefeitura de Curitiba decidiu manter a bandeira amarela, mas com medidas mais flexíveis. Agora, deixa de ser obrigatória a taxa de ocupação máxima de 70% nos estabelecimentos. A justificativa da gestão é a melhora nos indicadores da pandemia na capital.

No entanto, o decreto, que tem vigência até o dia 17 de março, não traz alteração em relação ao uso de máscaras, que permanece sendo obrigatório em Curitiba. 

Atualmente, está em discussão no Paraná um projeto de Lei que revoga o uso obrigatório de máscaras no estado. Se for aprovado na Assembleia Legislativa (Alep), a Secretaria de Estado da Saúde definirá os detalhes sobre o uso da máscara. 

Curitiba

Foto: Luiz Costa/SMCS

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Curitiba vacinou, até esta quarta-feira (9), 1,6 milhão de pessoas com a primeira dose ou a dose única (Janssen) da vacina, o que corresponde a 87,1% da população da cidade. Em relação à população com duas doses ou dose única, a cobertura chega a 79,1%.

Ao todo, foram aplicadas 1,6 milhão de primeiras doses e 1,5 milhão de segundas doses; 38 mil doses únicas e 889 mil doses de reforço (3ª e 4ª doses). Até o momento, a SMS vacinou 126 mil adolescentes entre 12 e 17 anos e 104 mil crianças de 5 a 11 anos com a primeira dose. 

Casos e mortes

Conforme boletins da SMS, Curitiba registrou nesta quarta-feira 532 novos casos e cinco óbitos pela doença. Atualmente, são 3.862 casos ativos, correspondentes ao número de pessoas com potencial de transmissão do vírus. Ao todo, a capital contabiliza 412.423 casos e 8.158 óbitos desde o início da pandemia.

A taxa de ocupação dos 82 leitos de UTI SUS exclusivos para covid-19 está em 37%. Há 52 leitos livres. Já em relação aos 165 leitos de enfermarias SUS covid-19, restam 89 vagos e a taxa de ocupação está em 46%.

Por conta da baixa adesão, segundo a pasta, os leitos exclusivos para tratamento de covid-19 estão sendo desativados semanalmente.

Paraná

Foto: Rodrigo Felix Leal/AEN 

No Paraná, o projeto de lei que pretendia proibir exigência de passaporte vacinal teve tramitação suspensa na Alep após decisão liminar do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) nesta quarta-feira. A justificativa para o embargo é o descumprimento das normas do regimento interno da Casa.

Na terça (8), o PL que impede a comprovação da vacina contra a covid-19 para acesso em determinados lugares havia sido aprovado na Comissão de Educação. A Universidade Federal do Paraná (UFPR) já tem aprovado desde o ano passado a obrigatoriedade da vacinação completa para alunos, docentes e servidores, mesma medida adotada por outras universidades do país sob aval jurídico do Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo dados do Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o Paraná aplicou 9,6 milhões de primeiras doses, 8,7 milhões segundas doses ou doses únicas, 3 milhões de doses de reforço e 245 mil doses adicionais. 

Casos e mortes

Nesta quarta, a pasta divulgou mais 4.163 casos confirmados e 47 mortes em decorrência da infecção causada pelo coronavírus. Até o momento, o Paraná soma mais de 2 milhões de casos confirmados e 42.356 óbitos.

São 127 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 internados em leitos SUS (52 em UTI e 75 em leitos de enfermaria) e nenhum em leitos da rede particular. Há outros 622 pacientes internados, 270 em leitos UTI e 352 em enfermaria, que aguardam resultados de exames.

Brasil

Foto: Myke Sena/MS

De acordo com os dados da plataforma LocalizaSUS, desde o início da vacinação no Brasil, foram aplicadas 382 milhões doses do imunizante contra o coronavírus, sendo 170 milhões primeiras doses, 151 milhões segundas doses ou doses únicas e 58 milhões doses de reforço. 

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 91% da população-alvo acima de 12 anos já está vacinada com a primeira dose. A cobertura vacinal contra o Sars-Cov-2 ultrapassa os 84% dos brasileiros que receberam a segunda dose ou dose única. 

Casos e mortes

Nesta quinta-feira (10), o Brasil registrou 54.906 novos casos confirmados e 669 mortes em decorrência da covid-19. Ao todo, o país contabiliza 29.193.268 casos e 653.498 óbitos. 

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds