15 jan 2022 - 9h54

Curitiba suspende atendimentos e exames eletivos nos postos de saúde

Aumento de casos de Covid força postos a só receberem casos de urgência

A prefeitura de Curitiba decidiu suspender por uma semana os atendimentos e os exames eletivos nas unidades de saúde do município. Só serão recebidos casos agudos e de maior urgência. O mesmo acontece com os atendimentos odontológicos, que só receberão emergências. O período de suspensão dos serviços poderá ser ampliado caso necessário.

A suspensão se deve ao agravamento da pandemia de Covid na cidade. A chegada da variante ômicron e as aglomerações realizadas nas festas de fim de ano e nas praias causaram um novo pico de casos na cidade, pressionando os serviços de atendimento nas unidades de saúde e nos hospitais.

Como uma parcela significativa da população já está vacinada, em geral os sintomas respiratórios são mais leves do que nos picos anteriores da doença, que chegou a Curitiba há quase dois anos. Mesmo assim, a procura nos postos de saúde se intensificou.

Além disso, a prefeitura diz que precisará de mais unidades de saúde para vacinação, uma vez que além do aumento previsto da procura também será iniciada a vacinação de crianças contra a Covid. O município começou a vacinação infantil pelas crianças imunossuprimidas e com comorbidades.

Também serão temporariamente suspensos os atendimentos coletivos como,  grupos de atividades físicas, diabéticos, hipertensos e outros. Pacientes crônicos com quadro de descompensação deverão buscar atendimento, pois se enquadram como caso de urgência.

Pacientes crônicos acompanhados pelas unidades de saúde já tiveram suas receitas renovadas no fim do ano, quando as equipes realizam mutirões de atualização de consulta de rotina desses pacientes.

Como vai funcionar

Com a reorganização, 12 unidades de saúde seguirão com atendimento exclusivo para pessoas com sintomas de gripe e influenza, e casos de urgência. Nesses locais não haverá vacinação.

Outras 10 unidades funcionarão exclusivamente para vacinação do Calendário Nacional de Vacinação do Ministério da Saúde. Farão a imunização de todas as doenças, incluindo contra influenza (gripe). Nesses locais também haverá a dispensação de medicamentos.

Para a vacinação contra a covid-19 serão destinadas 27 unidades de saúde, sendo que 10 delas atenderão apenas crianças, para atender a normativa da Anvisa, de a vacinação de crianças deve ser feita em locais separados e com estrutura adequada. Outras 17 seguirão com o cronograma de vacinação contra a covid-19 para as pessoas com 12 anos completos ou mais.  

Com a mudança, profissionais poderão ser realocados  para reforçar o atendimento para unidades próximas e nos locais de vacinação e todos os profissionais desses locais irão reforçar o atendimento no restante da rede. 

Novo atendimento

Quem tinha como unidade de referência alguma das unidades cujo serviço será remanejado neste período e poderá verificar no site da Prefeitura e da Saúde qual passa a ser a sua nova unidade de referência neste momento (onde deverá buscar, por exemplo, medicamentos, materiais de curativo, bolsas de colostomia e todos os demais serviços prestados normalmente pela unidade).  

Casos leves

A Secretaria Municipal de Saúde orienta ainda, para que as pessoas com sintomas leves deem preferência para o atendimento pela Central 3350-9000 antes de se deslocar para um serviço de saúde. Por telefone, poderá ter seu caso avaliado por profissionais da Saúde, com os encaminhamentos necessários e agendamento de coleta de exame no período certo.

A central funciona das 8h às 20h, inclusive aos sábados e domingos. Nesse canal, quem suspeitar ter sido contaminado por covid-19 ou gripe, será atendido por profissionais de saúde sem sair de casa e sem o risco de contaminar ou ser contaminado pelos vírus ao buscar atendimento presencial.  

A pessoa também poderá ter a indicação e agendamento de exame para data mais adequada, que deve ser feito entre o terceiro e o quinto dia do início dos sintomas. A coleta não deve ser imediata, pois aumentam as chances de falso negativo devido à baixa carga viral.

Pela Central é possível receber orientação profissional, prescrição de medicamento para tratar os sintomas e também receber o termo de isolamento, tudo isso sem a necessidade de sair do conforto de casa.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Um comentário sobre “Curitiba suspende atendimentos e exames eletivos nos postos de saúde

  1. Infelizmente o tal mutirão de renovação de receitas parece não se aplicar ao posto do Parolin, já que pela segunda vez (novembro e agora em janeiro) meu pai ficou sem o medicamento para controle da próstata, que disseram estar em falta na unidade de saúde e nem entraram em contato sobre o tal mutirão.

Deixe um comentário

Últimas Notícias