Curitiba libera velório de vítimas da Covid-19 | Jornal Plural
27 out 2020 - 17h25

Curitiba libera velório de vítimas da Covid-19

Pessoas com mortes confirmadas ou suspeitas de covid-19 com infecção comprovada há mais de 21 dias podem ser veladas

Velórios de pessoas com mortes confirmadas ou suspeitas de covid-19 com infecção comprovada há mais de 21 dias já podem ser realizados em Curitiba. Para que as cerimônias sejam autorizadas, no entanto, a data da infecção deve constar na Declaração de Óbito ou em documento anexo e ser comprovada por exame laboratorial, assinado pelo médico.

Neste caso, fica permitida a realização de velório com até quatro horas de duração, dispensado procedimento de ensacamento do corpo e do fechamento da urna funerária com tarraxas. 

Nos outros casos de infecção, continuam restritos os velórios. Homenagens no momento do sepultamento podem ser feitas ao ar livre, por no máximo 20 minutos e apenas na presença de até dez pessoas. 

Cuidados

Demais velórios passam a ter permissão de realização por quatro horas (antes eram duas), observadas todas as medidas de prevenção à disseminação do coronavírus – restrição de pessoas, distanciamento, ambiente arejado e higienização das mãos. 

Na prestação dos serviços funerários continuam a ser adotadas medidas sanitárias para evitar aglomerações e reduzir a contaminação e propagação da Covid-19.

O protocolo completo para Serviços Funerários e Congêneres no Município de Curitiba está disponível na página www.saude.curitiba.pr.gov.br.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias