6 jan 2022 - 16h29

Curitiba deve vacinar 164 mil crianças de 5 a 11 anos

Pais devem fazer ou atualizar o cadastro da criança no app Saúde Já, da prefeitura de Curitiba

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) irá seguir a recomendação do Ministério da Saúde para a vacinação contra covid-19 das crianças entre 5 a 11 anos completos. A medida foi anunciada na última quarta-feira (5/1). Em Curitiba a estimativa é de 164.821 crianças nessa faixa etária.

O município aguarda a chegada dos imunizantes destinados para esse público para iniciar a convocação. Ainda não há definição de data para início, mas, segundo o Ministério da Saúde, os primeiros imunizantes pediátricos da Pfizer devem começar a ser distribuídos aos estados no dia 14 de janeiro.

Conforme definido em nota técnica a vacinação acontecerá de forma escalonada iniciando pelas crianças de 5 a 11 anos com deficiência permanente ou com comorbidades, indígenas e quilombolas, crianças que vivam em lar com pessoas com alto risco para evolução grave de covid-19 e na sequência as crianças sem comorbidades, em ordem decrescente de idade.

Crianças que completarem 12 anos após o recebimento da primeira dose deverão completar o ciclo vacinal com o mesmo imunizante.

Como vai funcionar

O esquema vacinal primário para as crianças deverá ser de duas doses com intervalo de oito semana entre elas – assim como nos adultos –, mas a dosagem, a composição e a concentração da vacina pediátrica são diferentes da dos adultos. O frasco da vacina para crianças terá uma cor diferente daquela aplicada em adultos, deverá ser laranja, estratégia adotada para ajudar os profissionais de saúde na hora de aplicar a vacina. Cada dose deverá ter 0,2ml.

Em Curitiba a vacinação será feita nas Unidades de Saúde, locais já estruturados para a vacinação e com profissionais capacitados e com expertise no manejo da vacina contra covid-19.

A vacina será registrada pelo e-saude, então é importante que pais ou responsáveis faça o cadastro prévio da criança no Saúde Já, onde também poderá acompanhar a carteira de vacinação completa e a data para a segunda dose.

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

Comparação entre aumento da gasolina e patrimônio da família Bolsonaro usa dados imprecisos

É enganosa a comparação feita em uma postagem com percentuais sobre reajuste da gasolina no Brasil e crescimento patrimonial da família Bolsonaro. O índice do aumento do combustível não se refere a um ano, como indicado. O valor de aumento de gasolina se refere a um período de três anos, enquanto a evolução de patrimônio ocorreu em período de 12 anos para Jair e Flávio e quatro anos para Eduardo

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds