4 jan 2022 - 11h40

Curitiba: 2/3 dos casos de Covid em dezembro foram registrados na última semana

Com aumento, atendimento nas UPAs será estendido. Média móvel de novos casos é a maior desde 20 de outubro de 2021

A cidade de Curitiba já começa a registrar um aumento no número de novos casos de Covid-19. Dois terços de todos os casos notificados em dezembro foram diagnosticados de 24 a 30 de dezembro. No total, a cidade teve 1413 novos pacientes de Covid no último mês de 2021, 805 identificados na última semana do ano. Esses números ainda não refletem o aumento de casos provocado pelas festas de fim de ano.

Nesse período, a média móvel de 7 dias de novos casos voltou a passar de 100, um valor que não era registrado na cidade desde 20 de outubro de 2021. Segundo a prefeitura de Curitiba, 75,5% da população da cidade já está completamente imunizada contra o coronavírus. A vacina contra Covid-19, aliada ao uso de máscaras faciais de forma adequada, são as principais formas de prevenção da doença.

O aumento no números de casos de Covid ainda não se refletiu no número de internações hospitalares, que continua estável na cidade. No entanto, os dados disponibilizados pela prefeitura não contemplam os dias 31 de dezembro, nem 1 e 2 de janeiro.

Nesta segunda, dia 3, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) anunciou mudança no atendimento das Unidades de Pronto Atendimento (UPA). Entre esta terça-feira (4/1) e sexta-feira (7/1), 12 Unidades de Saúde serão convertidas em pontos de atendimento de casos suspeitos e com sintomas leves de gripe e covid-19. 

Durante esta primeira semana de janeiro, essas unidades (veja lista abaixo) também vão atuar com horário estendido, das 7 horas às 20 horas. A decisão da mudança decorre da alta demanda por parte de pessoas com sintomas leves, como tosse, dor de garganta, febre, congestão nasal, perda do olfato ou paladar.

Segundo a SMS, trata-se do efeito do relaxamento das medidas não farmacológicas de proteção por parte da população, como falta do uso de máscaras e higienização das mãos, além da ocorrência de reuniões, eventos e confraternizações sociais presenciais no período das festas de fim de ano. 

Unidades de Saúde exclusivas atendimento sintomas respiratórios

De 4/1 a 7/1, das 7h às 20h.

  • Distrito Sanitário Bairro Novo – Unidade de Saúde Bairro Novo (Rua Paulo Rio Branco de Macedo, 791, Sítio Cercado)
  • Distrito Sanitário Boa Vista – Unidade de Saúde Santa Cândida (Avenida Paraná, 5050, Santa Cândida)
  • Distrito Sanitário Boqueirão – Unidade de Saúde Vila Hauer (Rua Waldemar Kost, 650, Hauer)
  • Distrito Sanitário Cajuru – Unidade de Saúde Trindade II (Rua Sebastião Marcos Luiz, 119, Cajuru)
  • Distrito Sanitário CIC – Unidade de Saúde Caiuá (Rua Arnaud Ferreira Vellozo, 200, Cidade Industrial de Curitiba)
  • Distrito Sanitário Matriz – Unidade de Saúde Ouvidor Pardinho (Rua 24 de Maio, 807, Praça Ouvidor Pardinho)
  • Distrito Sanitário Pinheirinho – Unidade de Saúde Aurora (Rua Theofhilo Mansur, 500,Novo Mundo)  e Unidade de Saúde Sagrado Coração (Rua Antonio Claudino, 375,Pinheirinho)
  • Distrito Sanitário Portão – Unidade de Saúde Guaíra (Rua São Paulo, 1495, Vila Guaíra)
  • Distrito Sanitário Santa Felicidade – Unidade de Saúde São Braz (Rua Antonio Escorsin, 1960, São Braz)  e Unidade de Saúde Pilarzinho (Rua Amauri Lange Silvério, 1251, Pilarzinho)
  • Distrito Sanitário Tatuquara – Unidade de Saúde Monteiro Lobato (Rua Olivio José Rosetti, 538, Tatuquara).
O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É falso vídeo que tenta ligar filho de Lula a Petrobras e a aumento de combustíveis

Diferentemente do afirmado em vídeo, o preço do barril de petróleo não é manipulado por uma empresa internacional que investe na Petrobras. O preço varia, na verdade, com a oferta e demanda do produto no mundo. Além disso, nenhum filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) é sócio de empresa investidora da companhia e o presidente Jair Bolsonaro (PL) não instaurou uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar os acionistas da petroleira. O conteúdo é falso

Projeto Comprova

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds