Covid-19 pode causar conjuntivite | Jornal Plural
Clube Kotter
8 maio 2020 - 10h47

Covid-19 pode causar conjuntivite

Coronavírus pode atacar pelos olhos. Fique atento aos sintomas e aos cuidados de higiene necessários para evitar a doença

Tosse, dor de garganta, febre, dificuldade para respirar e conjuntivite. A inflamação na conjuntiva dos olhos pode ser mais um sintoma do coronavírus. Os casos não são comuns mas já há estudos comprovando que a covid-19 pode provocar conjuntivite.

Muito parecida com a doença causada pelo adenovírus, ela causa forte irritação nos olhos, lágrimas excessivas, coceira, inchaço, dor, visão turva e até a formação de uma membrana, que precisa ser retirada. O período de tratamento pode levar de 15 a 30 dias.

“Os casos aparecem, geralmente, em pacientes graves de covid-19. Nos pacientes de sintomas simples, é raro”, explica a presidente da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), Edna Almodi. Ela aponta estudos publicados no New England Journal of Medicine, nos Estados Unidos, e no Journal of Virology, na Inglaterra.  

A médica ressalta que a conjuntivite representa de 1% a 3% destes pacientes. “Ele é uma conjuntivite virótica que pode provocar folículos nas pálpebras e uma secreção transparente. Ainda não há comprovação científica, mas acreditamos que as lágrimas possam transmitir a SARS, portanto, recomendamos todo cuidado”, diz a oftalmologista.

“Deve-se evitar ao máximo levar as mãos aos olhos. Caso isso ocorra, elas devem estar muito limpas. E não pode ser com álcool em gel pois vai causar irritação.”

Com a quarentena e o home-office, assim como as aulas online, aumentou o tempo das pessoas diante de aparelhos eletrônicos. Isso traz riscos maiores aos olhos, e ao desenvolvimento de doenças como a conjuntivite, que além de viral pode ser alérgica, bacteriana ou traumática.

Cuidados

Antes de qualquer manipulação com a área dos olhos, inclusive para tirar e colocar óculos ou lentes, é necessário lavar muito bem as mãos com água e sabão.

Para enxugar olhos e óculos use papel descartável. As lentes de contato devem ser evitadas durante a pandemia. Se não for possível, atente para a limpeza do estojo e do balcão onde fará a manipulação das lentes.

Evite o uso excessivo de telas eletrônicas, especialmente entre as crianças e adolescentes. O ideal é que não ultrapasse duas horas diárias. O uso abusivo pode levar à depressão, estresse, insônia e dificuldades no aprendizado, além de elevar em 40% o risco de miopia.

“Altos graus de miopia aumentam em 21 vezes o risco de descolamentos de retina, em 40 vezes o risco de glaucoma e em seis vezes o risco de catarata”, alerta a presidente da SBO.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias