Conselho Tutelar: eleição vira caso de polícia | Plural
5 nov 2019 - 1h16

Conselho Tutelar: eleição vira caso de polícia

Candidata que teve mandato cassado registra boletim de ocorrência após constatar que ata contém irregularidade

Uma candidata ao Conselho Tutelar registrou um boletim de ocorrência por falsidade ideológica contra o Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescentes (Comtiba). A denúncia é relativa a assinatura da ata de julgamento de um pedido de impugnação que terminou com a cassação da candidatura de Marcia Regina Silveira no último dia 25 de outubro.

Marcia esteve presente na audiência que analisou denúncia contra ela por irregularidades na eleição do dia 6 de outubro. Na ocasião, relatou no boletim de ocorrência registrado no 9. Distrito Policial de Curitiba, estavam presentes apenas três dos 12 conselheiros do Comtiba.

No entanto, na ata que confirmou a cassação da candidatura estão listados os doze conselheiros. O caso já havia sido denunciado pela Federação das Associações de Moradores de Curitiba (Femotiba) ao Ministério Público e ao próprio Comtiba. Neste dia 5 de novembro o Conselho volta a se reunir para julgar os recursos apresentados pelos candidatos e pelo MP.

O episódio é mais um num processo eletivo cheio de erros e com muitas denúncias de irregularidades. No próximo dia 10 de novembro eleitores de seis regionais voltam às urnas para escolher seus conselheiros uma vez que o pleito do dia 6 de outubro foi parcialmente anulado.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Assuntos:

Últimas Notícias