Como se preparar para trabalhar em casa com crianças | Jornal Plural
Clube Kotter
17 mar 2020 - 10h16

Como se preparar para trabalhar em casa com crianças

Desde que nasceu, o Plural é uma empresa em home office. Temos, sim, uma sede, mas na maior parte do tempo a equipe trabalha de…

Desde que nasceu, o Plural é uma empresa em home office. Temos, sim, uma sede, mas na maior parte do tempo a equipe trabalha de casa, ou na rua. Em especial, aqui em casa – onde eu e o Rogerio Galindo trabalhamos – a rotina de conciliar nossos três filhos com nossas funções no jornal é diária. Aqui estão algumas coisas que aprendi com isso:

Se prepare. A partir de sexta as crianças não irão mais para a escola. Até lá, existem algumas coisas que podem ajudar a facilitar a transição da rotina “normal” para a nova rotina de quarentena. São elas:

  • planeje as principais refeições e adiante o que for possível. Nos primeiros dias opte pelo mais prático, como pratos congelados, refeições de um prato (risoto, panqueca e macarronada são ótimas opções).
    Não precisa sair estocando comida, mas sim tenha já os primeiros almoços planejados para que a preparação da comida não tome muito tempo. Tempo, quando se trabalha com crianças em casa, é um luxo. O que puder ser feito para economizá-lo, faça.
  • faça um plano para obter frutas frescas e pão. Veja se a frutaria do bairro fará entregas ou assine uma cesta de produtos orgânicos. Ter crianças em casa é passar o dia dando comida para elas.
  • veja se há papel, lápis de cor, giz e tinta guache em casa. Palitos de sorvete, massinha, canudinhos, cola branca e papelão também são bem úteis para criar atividades para as crianças.
  • reduza a quantidade de brinquedos disponíveis. O excesso de brinquedos só aumenta a bagunça e atrapalha a brincadeira. O ideal é ter poucas opções e ir variando no decorrer do tempo.
  • compre fita crepe. Este é um item multiuso para mães e pais. Serve para criar uma pista de carrinhos no chão sem estragar o piso (ou um campo de futebol), para improvisar e até mesmo consertar temporariamente brinquedos.
  • prepare a casa. Guarde itens quebráveis, tire do depósito aquelas almofadas e o colchão velho, tampe tomadas, eleve vasos e plantas em geral. Prepare um local para ser o seu local de trabalho. Evite a mesa onde são feitas as refeições, se possível. Trabalhar sentada na cama também é uma péssima ideia, mesmo que o colchão seja de qualidade. Também reserve um lugar para deixar frutas e outros alimentos que não precisam de refrigeração para que as crianças possam se servir sozinhas.
  • crie regras. Aqui em casa a minha mesa de trabalho e o meu quarto são áreas livres de brinquedo. Claro que nem sempre respeitam, mas sentar para trabalhar num lugar que não tem peças de lego é um respiro importante e certamente já me ajudou a não surtar.
  • Não entre em pânico. Vai dar tudo certo.
  • Cuidar das crianças TEM QUE SER uma função de todos os adultos em casa. Combine uma divisão de tarefas e um momento para cada um dos pais ter um respiro durante o dia. Lembre-se que se um pifar, o outro vai ter que se virar sozinho (e mande um abraço virtual carinhoso para todas as mães solo por aí).

Não mude a rotina. A tentação de querer fazer coisas diferentes nesse período é grande. Todas aquelas atividades do Pinterest, as receitas do Tastemade. Mas o melhor é começar mantendo um senso de normalidade dentro do que é possível. Se prepare para fazer as refeições principais nos mesmos horários e mantenha os horários de ir dormir e de soneca (quando ela ainda acontece) como são agora.
Isso não quer dizer que você deva se estressar se as crianças dormirem e acordarem um pouco mais tarde. Mas manter horários ajuda a família toda a se manter de bom humor.
Também converse com seu cônjuge para que essa rotina seja mantida por vocês dois. Divergências pequenas sobre a hora de dormir ou de acordar as crianças viram rapidamente um estresse constante.

Estimule a autonomia das crianças. Crie oportunidades para que seu filho comece a se alimentar ou tomar banho sozinho (claro, óbvio, se isso é adequado para a idade e desenvolvimento dele). Deixe uma fruteira com bananas ao alcance dos pequenos. Coloque o leite ao alcance deles na geladeira, assim como o pote de achocolatado. Crie um cantinho com fácil acesso a papeis e lápis de cor.

Inclua todos na rotina de cuidado da casa. Não é só sua família que estará em casa nas próximas semanas. Trabalhadores domésticos também devem permanecer em casa (e devem continuar a ser remunerados). Portanto o cuidado com a casa deverá ser integrado a rotina. Reserve momentos durante o dia em que todos realizam tarefas, inclusive os pequenos. Você conhece seu filho, vai saber o que ele pode fazer.

Reveja seus conceitos. Primeiro, tenha consciência que seu trabalho não vai render o mesmo. As crianças vão ficar entediadas. Mas saiba que isso não é um problema. Lidar com o tédio é uma habilidade essencial hoje. Resista a tentação de dar o celular ou tablet para os pequenos sempre que eles estiverem chateados. Se não há nada para fazer, não há e pronto. Relaxe. Vai ser bom para eles.

Relaxe e curta a família. Eu disse para manter a rotina, né? Mas claro que as coisas vão eventualmente sair dos eixos. Seja flexível e aproveite. Se as crianças estão muito agitadas, largue tudo (se possível) e invente. Vá fazer biscoitos com eles, ou desenhar. Faça uma sessão de cinema. Ou ligue o som e dance com eles.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias