Com novos inscritos, UFPR volta a se reunir para definir nomes à Reitoria; siga | Jornal Plural
30 set 2020 - 14h18

Com novos inscritos, UFPR volta a se reunir para definir nomes à Reitoria; siga

Essa é a terceira reunião do Colégio Eleitoral, que precisou readequar processo à nova exigência do Governo Federal

Com novos inscritos no processo, a Universidade Federal do Paraná voltou a discutir nesta quarta-feira (30) a formação da Lista Tríplice para a Reitoria. Essa é a terceira vez que o Colégio Eleitoral da instituição se reuniu para finalizar o documento, a partir do qual serão definidos os próximos reitor e vice-reitor (a) da universidade.

Em uma reviravolta de cenários, o atual reitor, Ricardo Marcelo Fonseca, e os professores Marcos Alexandre dos Santos Ferraz e Maria Rita de Assis Cesar irão compor a Lista Tríplice. Diretor do Setor de Tecnologia, o professor Horácio Tertuliano ficou de fora da Lista por ser o menos votado .

Mesmo depois da consulta à comunidade acadêmica, no dia 2 de setembro, a UFPR entrou na reunião desta quarta ainda sem os candidatos definidos. Por isso, o encontro seguiu nos moldes de uma eleição interna, para recompor a Lista Tríplice dissolvida após nova concepção do Governo Federal em relação ao trâmite que define as gestões das instituições federais.

As votações foram por meio do sistema com código fonte Helios Voting, usado em outras universidades. Ele permite auditoria por parte da comunidade interna e órgãos externos.

Mudança

Parecer recente do Ministério da Educação (MEC) exige lista cheia, ou seja, com três nomes. Mas o processo da UFPR – que começou antes nova determinação – correu com apenas duas chapas inscritas no prazo determinado por resolução do Conselho Universitário (Coun).

Agora, caberá aos membros do Colégio Eleitoral, composto pelos membros Coun e pela presidência do Conselho de Curadores, definir quais candidatos irão preencher o documento.

Para a nova “eleição”, foi aberto novo prazo de inscrição e todos os concorrentes disputarão de igual para igual. Os candidatos que foram submetidos à consulta – o atual reitor, Ricardo Marcelo Fonseca, e Horácio Tertuliano Filho – foram automaticamente mantidos. As inscrições extras foram dos docentes Marcos Alexandre dos Santos Ferraz (doutor em Sociologia) e Maria Rita de Assis Cesar (doutora em Educação), para o cargo de reitor (a), e Nelson Luis Barbosa Rebellato (doutor em Clínica Odontológica) e Regiane Regina Ribeiro (doutora em Comunicação e Semiótica), ao cargo de vice-reitor (a).

Acompanhe:

Nomeação

Definidos os três mais votados, a Lista será, enfim, encaminhada ao presidente da República. Responsável pela nomeação final, Jair Bolsonaro (sem partido) pode escolher qualquer um dos três nomes enviados, embora a tradição das Universidades Federais – e que não vem sendo cumprida – é de que o chefe do Executivo Federal respeite a escolha acadêmica e eleja o candidato mais votado.

Em amostra recente, o presidente nomeou o professor Carlos André Bulhões Mendes o novo reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mesmo a chapa do docente tendo sido a menos votada entre as três com candidatura homologada.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias