Bares e parques cheios, churrascos, campeonatos de pipa e raves em tempo de pandemia | Jornal Plural
Clube Kotter
27 abr 2020 - 20h04

Bares e parques cheios, churrascos, campeonatos de pipa e raves em tempo de pandemia

Após fim de semana com aglomerações, Greca suplica aos “piás e gurias” que fiquem em casa e autoriza a Guarda Municipal a coibir concentrações de pessoas

“Essa semana a gente ficou assustada com a atitude das pessoas indo para parque, bares cheios, fazendo churrasco, confraternização, festa, rave, muvuca. Nada disso está permitido, nada está liberado”, afirma, preocupada, a secretária da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak. O impacto do final de semana atribulado na curva de infecção pelo novo coronavírus será medido em duas semanas. Segundo a secretária, “já podemos nos preparar”.

Um balanço da Guarda Municipal aponta que as equipes fizeram 8.345 orientações nos últimos três dias. No Xaxim, um churrasco foi desmobilizado. No Novo Mundo, uma loja de móveis foi notificada por realizar uma liquidação e concentrar grande quantidade de pessoas. Aglomerações com a participação de centenas de jovens para campeonatos de pipas somaram 21 ocorrências em diversos pontos da cidade.

Imagens mostram os gramados do Parque Barigui, do Bosque João Paulo II e do entorno do Museu Oscar Niemeyer repletos de gente. O campo de futebol da Vila Camargo também foi espaço de aglomeração. Até mesmo uma rave aconteceu, no Ganchinho. “Isso é irresponsabilidade. Em saúde pública, pode ser homicídio”, alertou o prefeito Rafael Greca, em live nesta segunda-feira (27).

Diante do grave relaxamento do isolamento social e do desrespeito às orientações de prevenção em geral, Greca autorizou a Guarda Municipal a coibir todo tipo de aglomeração, orientando as pessoas a desfazerem o grupo, multando veículos estacionados em ruas próximas a parques e notificando estabelecimentos comerciais que estiverem em desacordo com as medidas previstas pelo poder municipal

O prefeito pede que as pessoas denunciem aglomerações e irregularidades pelos telefones 153 e 156. Também faz um apelo aos “piás e gurias” para que usem máscara e não relaxem o isolamento social: “Não vamos caçar pessoas a laço, nem vamos revogar o direito de ir e vir. Recomendamos e suplicamos que se esforcem com corresponsabilidade, usando máscara. […] Não estamos vivendo período de férias ao sol, nem de lazer prolongado. Estamos vivendo uma prolongada estiagem e um tempo de pandemia. Estamos em grave dificuldade. Se a pandemia em Curitiba tem um índice abaixo da curva […], é porque por trás disso existe um grande esforço coletivo”, disse.

Nos próximos dias, novas placas de “proibido estacionar” serão afixadas em pontos determinados nas ruas de acesso ao Parque Barigui. Dez parques da cidade (Bacacheri, Tanguá, Atuba, Vilinha do Atuba, Náutico, Lago Azul, Peladeiros, Tropeiros, Barigui e Tingui) estão com estacionamento fechado e com a circulação de veículos restrita. 

Parques e unidades de conservação menores, como o São Lourenço, os bosques do Alemão e Reinhard Maack e o Jardim Botânico, foram totalmente fechados. Caminhadas e exercícios físicos ao ar livre devem ser feitos em horários alternativos e de forma isolada. Deve-se evitar aglomerações também em jardins e praças.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias