Após sugestão de suspender vestibular, UFPR tenta manter ar de normalidade | Plural
11 set 2019 - 22h28

Após sugestão de suspender vestibular, UFPR tenta manter ar de normalidade

Reitor diz que por enquanto não há razão para suspender concurso, marcado para outubro

A Reitoria da Universidade Federal do Paraná (UFPR) usou a quarta-feira (11) para botar panos quentes na história criada pela possível suspensão do vestibular. A Assembleia do sindicato dos professores da instituição (APUFPR) sugeriu a suspensão do vestibular na terça, poucas horas depois do fim das inscrições para o concurso.

Em entrevistas, o reitor Ricardo Marcelo Fonseca reafirmou que a intenção é manter a instituição funcionando normalmente até onde for possível, apesar do corte de 30% das verbas de custeio pelo MEC. A universidade no momento não tem dinheiro sequer para pagar as contas do próximo mês.

Ricardo Marcelo tem evitado uma postura de confronto mais direto com o confronto, e tem dito que imagina que o governo irá desbloquear os recursos a tempo de evitar a paralisação das atividades. O MEC contingenciou R$ 48 milhões só da UFPR, alegando falta de dinheiro.

A primeira fase do concurso está agendada para 27 de outubro. A Reitoria acredita que há tempo suficiente para equacionar a situação e que não há motivo no momento para tomar qualquer decisão mais radical.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Últimas Notícias