Álcool gel desaparece das distribuidoras e reposição deve demorar dez dias | Jornal Plural
Clube Kotter
17 mar 2020 - 11h03

Álcool gel desaparece das distribuidoras e reposição deve demorar dez dias

Produto teve aumento de até 70%, mas a melhor forma de prevenção é água e sabão

Distribuidoras de produtos de limpeza de Curitiba estão com dificuldades para repor o estoque de frascos de álcool gel 70%. O Plural conversou com vendedores de duas das maiores empresas da cidade que informaram não ter o produto em estoque. Uma delas, que também faz a venda direta para consumidor final através de um site, tem o produto apenas para compra no varejo.

A previsão é que os estoque sejam repostos em dez dias. A procura intensa pelo produto fez o preço subir até 70% em março. A embalagem de R$ 500ml que custava R$ 14, agora está sendo comercializada por R$ 25.

O álcool gel, no entanto, não é a única opção de prevenção. Ele deve ser usado, na realidade, apenas quando lavar as mãos com água e sabão não é possível. A higiene das mãos com sabonete e água é uma melhor opção e deve ser feita com frequência.

Já o uso do álcool gel deve ser restrito a situações em que o acesso a água e sabonete é limitado. O uso do álcool também tem eficácia reduzida quando as mãos estão excessivamente sujas ou gordurosas.

Denúncia e pesquisa

A prática de preços abusivos de venda de álcool gel está na mira do Procon-PR. A instituição criou um canal de denúncias online. Para denunciar o consumidor precisa informar o nome da empresa, a data da compra, endereço e cidade, além de enviar, se possível, fotos de notas fiscais de compra ou de ofertas, cartazes ou outros materiais de divulgação que registrem o preço.

Para denunciar é só clicar aqui.

Já o aplicativo Menor Preço, do Governo do Estado, está com acesso instável desde o fim da semana passada. A ferramenta permitia a consulta aos preços praticados no estado e o histórico.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assuntos:

Últimas Notícias