Vida de Fagner Zadra ganha documentário | Plural
18 ago 2019 - 22h01

Vida de Fagner Zadra ganha documentário

Comediante sofreu um acidente que o deixou tetraplégico cinco anos atrás

Na noite de 25 de março de 2014, a vida do comediante gaúcho Fagner Zadra mudou drasticamente. O humorista foi atingido por uma peça decorativa de isopor, de 30 kg, durante a festa de abertura do Festival de Teatro Curitiba, e quebrou o pescoço. Cinco anos depois, a trajetória de Zadra ganhou novas representações: dessa vez em um documentário de 23 minutos. 
 
A iniciativa é do ator e produtor, Diego Duda, que produziu e dirigiu o material como requisito para a matéria de documentário, no curso de cinema do Centro Europeu. Originário do teatro, o cinema sempre foi uma paixão de Duda – amigo de Zadra antes mesmo da tetraplegia, decorrente do incidente.
 
“Eu não quis fazer um documentário dramático, ou com uma história de superação. Quis focar na forma como ele conseguiu adaptar sua carreira, e suas piadas, a uma condição física que se impôs”, comenta Duda. 
 
Intitulado “Zadra”, o documentário mescla trechos de entrevista com o humorista homenageado, e encenações poéticas. O riso é garantido em ambos os formatos. 
 
Para Zadra, a ideia de ter sua história contada veio como uma surpresa, mas foi positiva. “Foi incrível ver uma parte da minha história de vida que, assim como a minha carreira, foi sempre muito intensa”, diz. 

O filme foi exibido em um evento do próprio Centro Europeu, no ínicio de agosto, mas os planos são de enviar o material para festivais ao redor do mundo, e – possivelmente – exibi-lo novamente na capital paranaense. “Espero que as pessoas se divirtam, o Fagner é uma dessas pessoa que traz alegria para os outros, e queria mostrar esse aspecto [no filme]”, diz Duda.

Últimas Notícias