22 jun 2022 - 14h16

Vereadores dizem que não cassaram Renato Freitas por racismo. Veja o vídeo

Discussão de cassação de mandato de vereador negro levou à discussão sobre racismo em Curitiba

Na cassação de Renato Freitas na Câmara, muita gente acusou os vereadores de estarem agindo por racismo. Os responsáveis por tirar o mandato do petista juram que não foi assim, e Denian Couto (Pode) chegou a dizer que isso seria considerar que Curitiba em si é uma cidade racista. O que você pensa?

O Plural é um jornal independente mantido pela contribuição de nossos assinantes. Ajude a manter nosso jornalismo de qualidade. Assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. E passa a fazer parte da comunidade mais bacana de Curitiba.

8 comentários sobre “Vereadores dizem que não cassaram Renato Freitas por racismo. Veja o vídeo

  1. A guria de Telêmaco Borba e o guri do Rio Grande do Sul não entendem do romantismo nazista que faz parte da história e atualidade de Curitiba. Esses daí não entendem o que é ir pra escola na 5a série e ter amiguinho coletando assinatura pra apoiar o Movimento é Sul é Meu País. O racismo mais doentio é quando o racista não consegue perceber seu racismo. De geração a geração o racismo vai passando como herança prezada. Daí reconhecer o racismo deles próprios é também reconhecer o racismo da mãe, do pai, da vovó e do vovô. E todo o mal que eles causaram pra tanta gente, em tantas ocasiões.

  2. Evidentemente foi por Racismo, a questão de ter entrado na igreja serviu de pretexto desses vereadores e vereadoras racistas que tem na câmara de vereadores da “perfeita” Curitiba. Por situações muito pior como rachadinhas e desvio de dinheiro público vereadores,,/as brancos/as nunca foram cassados na câmara…o problema do Renato foi denunciar as maracutaias e não de ter entrado na igreja!

  3. E muita hipocrisia desses vereadores que cassaram o Renato Freitas dizerem que não foi por racismo.
    Escondem essa sanha racista porque sabem que é crime inafiançável!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Os comentários feitos em textos do Plural são moderados por pessoas, não robôs, e não são publicados imediatamente. Não publicamos comentários grosseiros, agressões, ofensas, acusações sem provas nem aqueles que promovem tratamentos sem comprovação científica.

Últimas Notícias

É de graça


E vai continuar assim. Mas o nosso trabalho só existe porque ele é financiado por você, leitora e leitor, e por parceiros. Ajude o Plural a continuar independente. Apoie e assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

Já é nosso assinante?
Faça seu login com email ou nome de usuário

Não é assinante?  Assine por valores a partir de R$ 5 por mês.

This will close in 20 seconds