Secretário estadual é visto em churrasco em Umuarama | Plural
15 Maio 2020 - 21h54

Secretário estadual é visto em churrasco em Umuarama

Márcio Nunes alega que estava cumprindo agenda na região e que servidores ofereceram comida a ele. Polícia foi chamada para verificar se regras de distanciamento social estavam sendo descumpridas

Márcio Nunes (PSD), secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do Paraná, se envolveu em uma polêmica em Umuarama, no Noroeste do Estado. Na quinta-feira (14), Nunes estaria na região para participar de uma reunião no Instituto Água e Terra do Paraná (IAT). Vizinhos da sede do órgão chamaram a polícia, alegando que um churrasco estava sendo realizado no local, o que contrariaria as regras de distanciamento social impostas no município para evitar a disseminação do coronavírus.

A Polícia Militar, Guarda Municipal e a Vigilância Sanitária foram acionadas para averiguar a denúncia. Além do secretário, que é deputado estadual licenciado, estariam presentes no encontro, além dos servidores do IAT, empresários do ramo dos combustíveis, que teriam ido embora após a chegada da polícia.

Fome

Em vídeo publicado em seu Instagram, o secretário Márcio Nunes afirma que passou o dia cumprindo compromissos no interior do estado, com visitas aos municípios de Goioerê, Campo Mourão, Engenheiro Beltrão, Terra Boa, Indianópolis e Umuarama.

De acordo com nota enviada por sua assessoria, o secretário tinha uma reunião às 18 horas com o chefe e funcionários da regional do IAT, antigo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Mas devido a atrasos em sua agenda, Nunes teria chegado a Umuarama às 20h. No perfil no Instagram, o secretário afirma que não tinha comido nada o dia inteiro e os servidores do instituto apenas ofereceram algo para ele comer.

O Plural entrou em contato com a assessoria do governo do estado. Em nota, o governador Ratinho Junior (PSD) informa que já tomou conhecimento do episódio e solicitou que a Controladoria Geral do Estado abrisse sindicância para apurar e esclarecer os fatos.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?
0 0 voto
Article Rating
Subscribe
Notificação
guest
0 Comentários
Comentário no texto
Ver todos

Últimas Notícias

0
Adoramos ouvir você, deixe seus comentáriosx
()
x