Deputado por dois dias em julho, Marcel Micheletto pediu reembolso de R$ 16,5 mil | Jornal Plural
Clube Kotter
28 ago 2020 - 17h08

Deputado por dois dias em julho, Marcel Micheletto pediu reembolso de R$ 16,5 mil

Atual secretário de Administração e Previdência do governo Ratinho Jr se licenciou em 2 de julho

Apesar de ter assumido a Secretaria de Administração e Previdência (Seap) do governo Ratinho Jr (PSD), o deputado estadual licenciado Marcel Micheletto (PL) pediu reembolso de R$ 16,5 mil à Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) por gastos do seu mandato no mês de julho. Micheletto esteve ativo no cargo por apenas dois dias no mês passado.

Micheletto pediu licença da Assembleia Legislativa no dia 2 de julho, para assumir o comando da Seap uma semana depois. Ao deixar a Assembleia, Micheletto fez uso das verbas de ressarcimento, que são de direito dos deputados estaduais durante os mandatos. Além dos próprios salários, os parlamentares podem pedir reembolsos dos gastos com despesas que tiveram em viagens, moradia, refeições, combustível, manutenção de escritórios, veículos, entre outros.

Cada deputado pode receber R$ 31 mil em reembolsos por mês, sendo que se não usar o recurso todo, o parlamentar pode somar o saldo ao valor do mês subsequente. De acordo com balanço feito pela Assembleia Legislativa, Micheletto ainda teria direito de pedir o ressarcimento de mais R$ 29.645,83. Os pedidos de reembolso de Marcel Micheletto e de outros deputados podem ser acompanhados no sistema da própria Assembleia Legislativa.

Um dos pedidos que mais chama à atenção é com locação de veículos, o valor da despesa é de R$ R$ 11.2 mil, e consta que o atual secretário de Ratinho pediu reembolso do serviço no dia 1° de julho.

Gastos legais

Questionada sobre o fato do secretário de Administração e Previdência ter usado as verbas de ressarcimento para deputados, a assessoria da Assembleia Legislativa informou que, como Marcel Micheletto pediu licença do cargo no dia 2 de julho, ele poderia pedir reembolso de suas despesas durante os dois primeiros dias do mês.

O Plural entrou em contato com a Seap do Governo do Estado. Em nota, a assessoria de imprensa respondeu que o pedido de ressarcimento de R$ 16.574,07, feito pelo secretário Micheletto, diz respeito à totalidade de gastos que são referentes ao mês de junho de 2020. De acordo com a manifestação, o gasto de locação de veículos que foi fechado em julho, diz respeito a um serviço que foi utilizado no mês anterior.

Em combustível, o ressarcimento pedido por Micheletto é de R$ 775,66, gastos com as viagens até a Assembleia Legislativa do Paraná para fins de trabalho. A assessoria também alega que essa verba foi utilizada em junho. Por fim, a manifestação reforçou que os gastos totais do deputado licenciado foram menores do que o valor remanescente e disponível para atender aos serviços do seu mandato.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias