Versão on-line da Bienal de Quadrinhos começa nesta quinta (20) | Jornal Plural
18 ago 2020 - 18h04

Versão on-line da Bienal de Quadrinhos começa nesta quinta (20)

Evento terá uma programação extensa e gratuita que envolve mais de 30 convidados em debates, exposições, palestras, lives e oficinas

A edição on-line da Bienal de Quadrinhos começa nesta quinta-feira (20). Até 23 de agosto, o evento – todo ele gratuito – oferece palestras, debates, exposições, lives e conversas com mais de 30 convidados, e direito a uma série de oficinas e playlists em um perfil do Spotify.

A programação on-line da Bienal é um aperitivo da edição presencial prevista para o primeiro semestre de 2021, após o adiamento causado pela pandemia do coronavírus.

Com o tema “Quadrinhos e música: relações e mútuas influências”, a curadoria da Bienal on-line é do quadrinista Fabio Zimbres, da proprietária da Itiban Comic Shop, Mitie Taketani, e do músico e produtor, Vadeco Schettini. 

O artista homenageado é o quadrinista paulistano Luiz Gê, referência quando o assunto é, justamente, brincar entre esses dois universos. O músico paranaense Arrigo Barnabé, seu parceiro de criação, é um dos convidados. Uma exposição on-line exibirá as obras em que os dois colaboraram, como o álbum “Clara Crocodilo” (1980), no site da Bienal de Quadrinhos de Curitiba.

Evento terá oficina de tirinhas, estêncil, webcomics e quadrinhos. Tirinha: Benett

Outro homenageado é o cartunista Rodrigo Belato, que morreu em junho deste ano. A exposição “Punk Afonso”, com 21 releituras do seu principal personagem, foi organizada pela Gibiteca de Curitiba e estará em cartaz no site do evento. 

O perfil da Bienal de Quadrinhos no Spotify também conta com playlists de artistas convidados, da curadoria do evento e outras em homenagem a músicos que nos deixaram em 2020, caso de Moraes Moreira, Aldir Blanc e Ennio Morricone.

Aproveitando as oportunidades trazidas pela tecnologia, o desenhista italiano Tanino Liberatore também estará presente na palestra “Liberatore e a Música”. E a quadrinista mineira Ing Lee, autora da HQ experimental “Karaokê Box”, ministrará a palestra “Surdez & Quadrinhos”. Diversas atividades, por questões de acessibilidade, terão tradução simultânea em libras.

O humorista, cartunista e músico Reinaldo Figueiredo (“Pasquim”, “Casseta & Planeta”), o chargista Benett (“Plural”, “Folha de S. Paulo”) e o cartunista Adão Iturrusgarai farão um debate sobre “Humor, Jazz e Censura”; o músico e compositor André Abujamra, anunciará seu novo álbum, “Emidoinã”; enquanto a “Arte na Quebrada” será tema de debate. 

Oficinas gratuitas

A parte prática tem diversas ofertas que contemplam desenho com estêncil, quadrinhos, tirinhas e webcomics. Todas gratuitas. A ideia da Bienal é levar arte à casa de iniciantes e/ou interessados em técnicas de desenho. 

É bom ficar atento à idade mínima das atividades propostas, e à duração das oficinas que pode variar de um único encontro curto, para mais horas, ou se estender por dois dias. As inscrições já estão abertas e devem ser feitas pelo Sympla, mas as vagas são limitadas.

Ao longo de quatro dias, a programação terá atividades de manhã, à tarde e à noite nas redes sociais da Bienal, e no site do evento.

Evento

Bienal de Quadrinhos On-line. De quinta-feira (20) a domingo (23). Na página do Facebook, no Instagram, perfil do Spotify e no canal do YouTube do evento. A programação completa pode ser conferida no site. Para inscrição gratuita nas oficinas, é preciso acessar este link.

Se puder, assine o Plural. Você pode escolher o valor que quer pagar. Isso faz muita diferença para nós: ser financiados por leitoras e leitores. As assinaturas nos mantêm funcionando com uma equipe que hoje tem oito pessoas e dezenas de colaboradores. Somos um jornal que cobre Curitiba em meio aos obstáculos da pandemia e fazemos isso com reportagens objetivas, textos de opinião e de cultura, charges e crônicas. Obrigado pela leitura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias