Curitibano cria rádio on-line para fugir dos algoritmos
28 maio 2020 - 22h10

Uma rádio para fugir dos algoritmos

Emissora on-line toca músicas 24 horas por dia para quem cansou de ouvir playlists

Basta um clique no botão cinza com o diminuto quadrado azul turquesa: pronto, você estará ouvindo à programação da Haharadio, uma emissora on-line que toca música 24 horas por dia, sete dias da semana. Capitaneada pelo produtor Heitor Humberto, a rádio on-line é um daqueles projetos que saíram do fundo da gaveta em razão da pandemia. “Eu tinha uma ideia longínqua, nos últimos anos, de fazer alguma coisa, mas nunca me dediquei a isso. Sempre soube que daria um trabalho grande, caso resolvesse fazer”, diz o amante de trocadilhos.  

Com um empurrãozinho da quarentena, e uma mudança radical de rotina, há um mês a Haharadio toca nos navegadores e celulares. “Foi algo bem espontâneo, não muito planejado nem estudado”, conta o produtor que já havia experimentado, em eventos musicais em parceria com a produtora Luana Angreves, um gostinho da programação radiofônica. Fazendo uso de uma plataforma para criação de rádios na internet, foi preciso entender a dinâmica de uma emissora virtual – hoje, algo entre 8 e 12 horas da rotina de Humberto estão preenchidas pela atividade. “É basicamente o que eu mais gosto de fazer: ouvir música, separar música e botar para os outros ouvirem”, diz. Além do tempo, há o custo de hospedagem da rádio on-line e da assinatura da plataforma que abriga o projeto.

Apesar da espontaneidade, que tem rendido cerca de 250 ouvintes diariamente, a Haharadio conta com uma programação estruturada: de manhã, “Primeiro acorde” traz música erudita, para um despertar gradual; no horário comercial predominam as músicas mais estilo “trilha sonora”; um período do dia é reservado para álbuns inteiros, de cabo a rabo; e até mesmo as madrugadas contam com sons para preencher as horas. “Criei [a programação] pensando em um ouvinte que está em casa, trabalhando, e que cansou da sua playlist – que não quer pensar em procurar algo para ouvir”, diz.

Usuário das playlists apenas para fins de arquivamento e categorização, Humberto tem aproveitado o projeto para revisitar o próprio arquivo musical: “Está sendo também uma retrospectiva da minha trajetória como ouvinte”, diz ao lembrar que revisitou o HD de downloads.

Para quem anda meio enjoado dos algoritmos musicais, e quer desintoxicar os tocadores, o produtor deixa a dica: “Tem que mostrar o caminho, dar preferência para os estilos que você quer ouvir. Buscar playlists disso e dar play em coisas diferentes” – ou, claro, ouvir a Haharadio.

Daqui em diante

Nos próximos dias algumas parcerias devem ir ao ar: a casa noturna curitibana Paradis Club terá um horário especial na programação, bem como o sarau As Mina Tudo. Intervenções literárias da Esc., a Escola de Escrita, também devem ir ao ar, assim como um projeto sobre artistas curitibanos assinado pela produtora Pangea Narrativas Ilimitadas. Desafogando a rotina da programação, o próximo passo do criador da Haharadio deve ser investir na newsletter da emissora – uma forma de ampliar o projeto, trazendo conteúdo sobre a cena musical e indicações sonoras.

O serviço musical é ofertado de graça, mas quem quiser contribuir com valores a partir de R$ 5, a opção é disponibilizada no Catarse. O futuro do projeto, assim como tudo agora na pandemia, ainda é um mistério. “Meu plano é encontrar um plano ainda”, brinca o produtor, embora tenha entendido que a ideia é viável e o retorno do público tenha sido positivo. Enquanto procura uma maneira de garantir a saúde financeira da rádio, Humberto segue “bagunçando os algoritmos musicais do cérebro”.

Serviço
Haharadio. Com transmissão 24 horas, a rádio on-line pode ser acessada por aplicativo (disponível apenas para Android), ou pelo site.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você clica aqui, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias