Série de concertos de choro chega ao fim mostrando obras de curitibanos | Plural
26 nov 2019 - 23h32

Série de concertos de choro chega ao fim mostrando obras de curitibanos

Homenagem final será aos compositores locais do gênero

Nos dias 3 (terça-feira) e 4 de dezembro (quarta-feira), às 20h, o Teatro Paiol recebe os concertos finais dedicados à história do choro. As apresentações, idealizadas pelo do bandolinista paulistano Daniel Migliavacca, começaram em julho e totalizarão seis shows.

Para este último concerto, que homenageia o choro curitibano, foram convidados Sérgio Albach (clarinete), João Egashira (violão), Julião Boêmio (cavaquinho) e Ricardo Salmazo (percussão).

Originário do século XIX, o choro é um estilo musical nascido em terras brasileiras: o Rio de Janeiro foi seu berço. Há divergências históricas quanto à nomenclatura “choro”. Uma das versões alega que a palavra se refere à maneira “chorosa” de interpretação das músicas estrangeiras. Outra fala do termo “xolo”, uma espécie de baile que reunia pessoas escravizadas e que teria, por fim, se confundido com “xoro”.

Independente da origem histórica, o fato é que o choro se tornou um dos principais representantes da música popular brasileira, e o público poderá conhecer as raízes curitibanas do gênero.

Serviço
Show de choro | Compositores curitibanos
Onde: Teatro Paiol (Praça Guido Viaro, s/n)
Quando: 3 (terça-feira) e 4 de dezembro (quarta-feira), às 20h
Entrada: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) pelo site
A programação completa pode ser conferida na página do músico Daniel Migliavacca.

Ei, você! O Plural pretende sempre oferecer conteúdo gratuito e de qualidade. Mas isso só é possível se a gente tiver apoio de quem gosta do projeto. Olha só: você entra na nossa lojinha, faz uma assinatura de R$ 15 e ganha um jornal para a cidade. Tá barato, hein?

Últimas Notícias